Professor é preso após questionar abordagem da PM na Lapa

Educador teria presenciado ação violenta contra dois homens e foi detido por facilitação de fuga

Por *Rachel Siston

Professor foi imobilizado por golpe mata leão, após questionar abordagem violenta
Professor foi imobilizado por golpe mata leão, após questionar abordagem violenta -
Rio - Um professor de artes da rede municipal de educação de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi preso na tarde deste domingo, segundo testemunhas, depois de questionar uma abordagem da Polícia Militar, no bairro da Lapa, no Centro do Rio. Amigos de Lucas Inácio Nascimento contam que o jovem estava a caminho de um mercado no bairro, quando teria visto dois homens sendo abordados de forma violenta pela PM. No momento em que questionou os militares, os suspeitos fugiram.
"A PM alegou que o Lucas estava junto dos rapazes e prenderam ele por facilitação de fuga. O Lucas é professor de artes, trabalha com jovens há anos não tem nada a ver com crime, nem tem passagem", afirmou um amigo do professor. 
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que os policiais imobilizam Lucas com um golpe mata leão e o algemam. O professor chega a gritar "estão me matando" e testemunhas no local pediam para os PMs não agirem com violência. "Se for levar, leva direito. Ele é professor", disse uma pessoa que presenciou a cena. 
Lucas foi levado para a 5ª DP (Mem de Sá), no Centro do Rio, mas foi transferido para o presídio de Benfica, na Zona Norte, onde aguarda audiência de custódia nesta segunda-feira. Nas redes sociais, amigos e o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação manifestaram apoio e pediram a liberdade do educador. 
Em nota, a Polícia Militar disse que policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) realizavam patrulhamento na Avenida Gomes Freire, quando foram acionados para uma denúncia de que dois homens estariam com material entorpecente na região. Ainda segundo a corporação, um homem teria auxiliado a fuga dos suspeitos, insultado e resistido à prisão. A Polícia Civil informou que o professor foi autuado em flagrante por resistência, desacato e facilitação de fuga de pessoa presa ou submetida a medida de segurança.
 *estagiária sob a supervisão de Gustavo Ribeiro
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários