Governo do Rio começa a analisar pedidos de benefício para atingidos por chuvas

Veja como obter o Cartão Recomeçar, que pode ajudar 5 mil famílias em todo o estado

Por Bernardo Costa

Poder público decide demolir casas em área atingida por desabamentos no bairro Jardim América
Poder público decide demolir casas em área atingida por desabamentos no bairro Jardim América -

O governo do Rio informou, ontem, que está analisando a documentação de 300 famílias para a concessão do Cartão Recomeçar. O benefício, publicado no Diário Oficial de 13 de fevereiro, concede crédito de R$ 5 mil a famílias que ficaram desabrigadas, como consequência das chuvas, e R$ 2 mil para as desalojadas, que perderam o imóvel temporariamente. Ontem, o benefício, que estava restrito à população atingida pelas chuvas de janeiro nas regiões Norte e Noroeste, foi estendido para vítimas em todo o estado, devido aos temporais mais recentes. 

Segundo a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Fernanda Titonel, o governo estima que 1.500 famílias tenham sido atingidas no Norte e Noroeste e outras 3.500 no Rio, na Região Metropolitana e Baixada Fluminense desde os temporais de sábado.

"As famílias atingidas devem reunir a documentação necessária e procurar as prefeituras, que estão sendo capacitadas sobre as condições necessárias para cadastramento e obtenção do benefício pela população. A prefeitura nos envia a documentação e, após a análise, solicitamos ao Banco do Brasil a emissão do Cartão Recomeçar", explicou Titonel.

Segundo a secretaria, o período entre a análise da documentação enviada pelas prefeituras e a emissão dos cartões é estimado em 15 dias. "Estamos trabalhando para que o benefício seja disponibilizado às famílias com a maior rapidez possível", disse a secretária.

De acordo com o Decreto 46.961, publicado ontem no Diário Oficial, o valores serão pagos em parcela única, para uso exclusivo na compra de materiais de construção e eletrodomésticos da linha branca.

"As famílias vão poder usar o cartão em qualquer loja como se fosse um cartão de crédito comum. E faremos a fiscalização, com prestação de contas, para garantir que o benefício foi utilizado de maneira correta", explica a secretária.

Os recursos do Cartão Recomeçar serão provenientes do Fundo Estadual de Habitação de Interesse Social (FEHIS). Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, até o momento, Rio Bonito e Magé decretaram Situação de Emergência, e Itaguaí e Mesquita decretaram Estado de Calamidade Pública.

A pasta informou que as prefeituras irão divulgar os locais de cadastramento da população para obtenção do Cartão Recomeçar. 

CARTAO CHUVA - ARTE

Galeria de Fotos

Poder público decide demolir casas em área atingida por desabamentos no bairro Jardim América Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Defesa Civil de Duque de Caxias interdita casas na Vila Canaã Misael Machado/Divulgação
No bairro de Vila Canaã, em Caxias, moradores se unem para limpar área atingida por deslizamento Anderson Justino
Deslizamento deixa pelo menos treze famílias desalojadas no bairro Vila Canaã, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense Anderson Justino
Poder público decide demolir casas em área atingida por desabamentos no bairro Jardim América Estefan Radovicz / Agencia O Dia
Casas irregulares no Bairro Jardim América. Estefan Radovicz / Agencia O Dia
CARTAO CHUVA ARTE

Comentários