Hospital de Bonsucesso: referência

Por

O bloco 1 do prédio do Hospital Geral de Bonsucesso vai se tornar local de referência da rede federal para o tratamento do novo coronavírus no Rio de Janeiro.

Todas as atividades antes realizadas ali serão transferidas para outros blocos. A ideia de trabalhar somente com um prédio é, além de conter o contágio, evitar o deslocamento de pessoas dentro da própria unidade.

De acordo com Marcelo Lamberti, diretor de programa do Ministério da Saúde, o local já está sendo preparado. "Serão entre 150 e 200 leitos dedicados a eventuais vítimas do coronavírus".

Além disso, o Ministério da Saúde está reconvocando servidores federais para reforçar as equipes médicas nos hospitais. Ao todo são 630 médicos no Rio e a estimativa é de que 20% possam retomar as funções.

Sylvio Provenzano, presidente do Cremerj, reforça que é fundamental que todos obedeçam a ordem de ficar em casa, exceto se for um caso de extrema urgência. "Quem tiver consultas marcadas para os próximos 30 ou 60 dias, o melhor a se fazer é adiar", destacou Provenzano.

Comentários