Witzel determina redução da lotação de passageiros nos transportes do Rio à metade

Governador disse que aferição para atestar a ocupação deverá ser feita pelas próprias empresas e que o Detro vai fiscalizar

Por O Dia

Rio tem primeiro dia de isolamento neste sábado. Estações de trens (foto) têm barreiras policiais e passageiros questionados sobre o destino
Rio tem primeiro dia de isolamento neste sábado. Estações de trens (foto) têm barreiras policiais e passageiros questionados sobre o destino -
Rio - O governador Wilson Witzel (PSC) disse, na manhã desta terça-feira, que vai determinar a redução da metade da lotação dos passageiros nos meios de transportes do estado. A determinação será feita por decreto, que será publicado ainda hoje.
"Estou determinando a redução de 50% da capacidade de lotação e, quando possível, que as janelas estejam destravadas, de ônibus, barcas, trens e metrôs", disse, em entrevista à TV Globo. A ideia é reduzir a grande aglomeração das pessoas.
O governador afirmou que se reuniu ontem com prefeitos da Região Metropolitana do estado para discutir a medida. De acordo com ele, apesar de o prefeito da capital, Marcelo Crivella (Republicanos), não estar presente, ele espera que a cidade siga a determinação.
"A decisão da Região Metropolitana se sobrepõe à vontade dos prefeitos. Mesmo o prefeito não estando ontem, nós deliberamos sobre a redução dos transportes e ele tem que cumprir essa decisão", reforçou.
Witzel acrescentou que a aferição para atestar a ocupação de 50% dos meios de transporte deverá ser feita pelas próprias empresas.
"Vamos fiscalizar com os agentes do Detro", prometeu.

Galeria de Fotos

Witzel se reuniu com prefeitos da Região Metropolitana do estado nesta segunda Eliane Carvalho / Governo do Estado
Witzel se reuniu com prefeitos da Região Metropolitana do estado nesta segunda Eliane Carvalho / Governo do Estado
Estação de trens da Central do Brasil Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Governador Wilson Witzel Ricardo Cassiano / Agência O DIA
PASSE LIVRE SUSPENSO
O governador também anunciou a suspensão do passe livre dos estudantes do estado, "porque não há aulas".
"Verificamos ontem, que depois do nosso decreto (para que as aulas sejam canceladas e as pessoas fiquem em casa), o passe livre sendo usado normalmente. Vi algumas imagens de estudantes na praia", contou.

Comentários