PM é preso por se passar por policial civil para praticar sequestro e extorsão

Militar e os demais integrantes da quadrilha usavam camisa e distintivo da delegacia do Tanque para praticar os crimes

Por O Dia

Operação foi realizada pela delegacia do Tanque
Operação foi realizada pela delegacia do Tanque -
Rio - Um PM foi preso durante uma operação da 41ª DP (Tanque), nesta segunda-feira, contra uma quadrilha especializada em extorsões mediante sequestro. O policial e seus cúmplices se passavam por policiais civis da distrital para praticar os crimes, usando camisa e distintivo da corporação. 
De acordo com a Polícia Civil, na sexta-feira da semana passada, a quadrilha manteve diversas pessoas em uma casa de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, e exigiram R$ 30 mil para liberá-las. Após receberem o valor, eles continuaram pedindo mais R$ 10 mil delas, através de ligações telefônicas e mensagens de aplicativo.
Foi quando as vítimas procuraram um advogado, que acionou a polícia. Ao descobrir que o crime havia sido descoberto, o bando ameaçou as vítimas de morte e fugiu.
Os policiais, então, realizaram buscas para identificar os autores do crime, até que chegaram ao PM, que não teve a identificação revelada. Ele foi reconhecido pelas vítimas, quando foram pedidos os mandados de prisão e de busca e apreensão contra ele e outros integrantes da quadrilha.
"As investigações continuam para identificar outras possíveis vítimas da quadrilha", a Polícia Civil acrescentou.

Comentários