Gerente de joalheria é morto a tiros em porta de loja na Lapa

Ainda não há informações sobre as motivações do crime

Por *Felipe Gavinho

Homem é morto a tiros em joalheria na Lapa
Homem é morto a tiros em joalheria na Lapa -
Rio - Um homem, identificado como João Alexandre Kalut Marabuto, foi morto com pelo menos quatro tiros na tarde desta terça-feira na Rua Riachuelo, na Lapa, Centro do Rio. De acordo com primeiras informações, dois criminosos em uma moto atiraram contra a vítima no momento em que ela estava na porta de uma joalheria, onde trabalhava como gerente. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.
Segundo testemunhas, um dos criminosos saiu da moto e tentou roubar o celular de João Alexandre, na frente da loja. Quando o homem foi pegar o aparelho no bolso para entregar, o bandido teria se assustado e disparou.
Os tiros assustaram moradores da região, mas ninguém ficou ferido. Os criminosos fugiram em seguida. À noite, os policiais chegaram a desviar o trânsito para a Rua do Rezende, mas a via foi liberada 30 minutos após sua interdição. Procurada, a Polícia Civil informou que realizou perícia no local e que investigações estão em andamento na Delegacia de Homicídios da Capital (DH/Capital). Além disso, agentes disseram que buscam por câmeras da região para identificar e prender os autores do crime.
O irmão da vítima, um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Cruzeiro, fez uma oração junto com os funcionários da loja ao avistar o corpo de João Alexandre. Os parentes do rapaz não quiseram falar com a imprensa até a retirada do corpo para o Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre a data e local de enterro de João Alexandre.
*Estagiário sob supervisão de Thiago Antunes

Galeria de Fotos

Homem é morto a tiros em joalheria na Lapa Ricardo Cassiano/Agência O Dia
Homem é morto a tiros em joalheria na Lapa Ricardo Cassiano/Agencia O Dia
Homem foi morto a tiros na Rua Riachuelo, na Lapa Google / Reprodução

Comentários