BRT Rio tem redução de 32% no número de passageiros

Estão sendo transportados somente passageiros sentados dentro dos articulados que saíram dos terminais Jardim Oceânico e Alvorada

Por O Dia

Rio de Janeiro - RJ  - 17/03/2020 - Coronavirus na cidade do Rio -  na foto, Maristela Balbino Taniozzo, utilizando BRT - Foto Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Rio de Janeiro - RJ - 17/03/2020 - Coronavirus na cidade do Rio - na foto, Maristela Balbino Taniozzo, utilizando BRT - Foto Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia -
Rio - O BRT Rio registrou uma queda de 32% no número de passageiros transportados na comparação entre a terça-feira desta semana, com a da semana anterior. A redução é reflexo das orientações dadas pelo poder público para que a população evite ao máximo sair de casa a fim de combater a maior propagação do novo coronavírus.
Além disso, o BRT Rio informou que colaborou com uma ação da prefeitura, nesta quarta, para transportar somente passageiros sentados dentro dos articulados que saíram dos terminais Jardim Oceânico e Alvorada. Agentes da Secretaria Municipal de Transportes e da Guarda Municipal controlaram o acesso dos passageiros aos articulados com o auxílio dos agentes de plataforma do BRT.
Campanha educativa sobre o Covid-19 e reforço de limpeza
De acordo com o BRT Rio, uma série de medidas já foram adotadas pela empresa para combater o Covid-19 no dia a dia e evitar o contágio de passageiros e colaboradores. A direção da empresa solicitou aumento da equipe de terceirizados responsável pela limpeza. O novo efetivo chega para reforçar a higienização dos terminais e estações, com assepsia de balaústres, corrimãos, catracas, validadores e máquinas de autoatendimento, por exemplo, e dos articulados que param nos bolsões do Terminal Alvorada. Na semana passada, já havia sido enviada circular às empresas de ônibus demandando atenção à desinfecção de superfície e pontos comuns ao toque.
O BRT Rio está seguindo os protocolos de prevenção contra o novo coronavírus recomendados pelo Ministério da Saúde, tanto internamente quanto na prestação de serviço aos passageiros. Reforçamos as campanhas educativas sobre a doença para colaboradores e passageiros, com cartazes em estações e terminais, vídeo nas TVs embarcadas e esclarecimentos nas redes sociais e na Intranet.

Comentários