Relatório aponta sobrepreço em 35 contratos firmados pela Secretaria Estadual de Saúde com cinco empresas  - Reprodução internet
Relatório aponta sobrepreço em 35 contratos firmados pela Secretaria Estadual de Saúde com cinco empresas Reprodução internet
Por Marina Cardoso
Rio - Diante das queixas de falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dos profissionais de saúde, um grupo de enfermeiros se reuniu para promover uma campanha de vaquinha virtual para comprar uma série de produtos e também uma coleta de doações. Entre eles caixas de luvas, máscaras cirúrgicas, máscaras N95, protetor facial (face shield), capotes, álcool em gel e papel toalha.
A vaquinha e a coleta de doação começaram, pois em todo o país profissionais têm visto o número de profissionais irem trabalhar sem os equipamentos necessários, com o risco de serem contaminados e alguns de perderem a vida. No Rio, por exemplo, o número de profissionais mortos por coronavírus chega a 22.
Publicidade
Na publicação da campanha, os profissionais dizem que muitas vezes esse material está escasso e, em outros momentos, por má gestão, não estão sendo disponibilizados para milhares de profissionais de saúde, que acabam ficando muito mais vulneráveis ao vírus. 
"Basta de só reclamarmos da falta desse material. Nossas vidas estão em jogo! Vamos nos unir, agir, doar EPIs para TODOS e nunca mais deixar nenhum colega nosso morrer por falta de EPI", dizem eles.
Publicidade
CAPTAÇÃO
As doações de insumos serão retiradas na casa do doador ou local a combinar. As doações em dinheiro serão feitas através da plataforma https://www.vakinha.com.br/vaquinha/epis-para-todos-os-profissionais-de-saude. Toda a movimentação será divulgada em vídeos e tabelas, para apresentar de forma transparente as arrecadações, despesas e entrega dos materiais.
Publicidade
ENTREGA 
A entrega dos insumos aos profissionais será feita feita através d um telefone de apoio na página do Facebook do enfermeiro Glauber Amancio https://www.facebook.com/enfermeiroglauberamancio/. "Toda vez que um profissional de saúde denunciar a falta de EPI em qualquer unidade pública ou privada do município do Rio entregaremos o material na instituição em até dois dias úteis", afirma ele.
Publicidade
Além disso, ele disponibilizou o e-mail [email protected] para receber denúncias e agendamento para doações de insumos.