Rodrigo Neves cita atividades que serão retomadas em Niterói a partir do dia 21 de maio; confira

Prefeito de Niterói informou que planeja a retomada para as atividades de Niterói e a flexibilização do isolamento social a partir do dia 21 de maio. Ele disse que o isolamento total será prorrogado até o dia 20

Por O Dia

Aulas continuarão suspensas até o dia 30 de junho, informou Rodrigo Neves. Atividades que reúnem aglomerações em espaços fechados tampouco poderão ser retomadas, lamentou
Aulas continuarão suspensas até o dia 30 de junho, informou Rodrigo Neves. Atividades que reúnem aglomerações em espaços fechados tampouco poderão ser retomadas, lamentou -
Rio - O prefeito de Niterói Rodrigo Neves informou, na noite de quinta-feira, que planeja a retomada para as atividades de Niterói e a flexibilização do isolamento social a partir do dia 21 de maio. Ele disse que o isolamento total será prorrogado até o dia 20. "Peço a compreensão de todos: nós estenderemos o isolamento até o dia 20 de maio e iniciamos no dia 21 de maio a flexibilização das medidas de isolamento social em Niterói".  
Segundo o prefeito, a partir do dia 21 será possível realizar atividades individuais esportivas e atividades físicas nas areias das praias sem aglomeração. Neves informou que planeja retomar algumas atividades com protocolos de segurança de saúde pública. Ele citou oficinas mecânicas, consultórios médicos e odontológicos, além de atividades de venda do comércio do material de construção, como exemplos do que pretende retomar a partir do dia 21 de maio. Ele disse que outros setores serão reabertos. De acordo com Rodrigo Neves, o detalhamento do plano de retomada será anunciado nos próximos dias.
As aulas continuarão suspensas até o dia 30 de junho, informou. Atividades que reúnem aglomerações em espaços fechados, como teatros e cinemas, tampouco poderão ser retomadas, lamentou.
"Nós estamos trabalhando com um conjunto de protocolos, que já foram implantados em Niterói, como centros de quarentena, testagem massiva e rastreamento de infectados, como parte da estratégia da flexibilização. As barreiras sanitárias nas entradas de Niterói vão permanecer depois do dia 21 e por um longo tempo. Não vamos retomar à normalidade. Como nós não teremos, infelizmente, uma vacina até o final desse ano, vamos provavelmente ter medidas de restrições até dezembro", disse.
O prefeito enfatizou que, até o dia 20, continuam funcionando, sem restrições, somente as atividades essenciais, como mercados e supermercados, farmácias, padarias, pet shops e postos de combustíveis. Pessoas que estejam nas ruas, praias e praças públicas, com exceção para casos de deslocamento por força de trabalho e ida aos serviços essenciais e estabelecimentos autorizados a funcionar poderão ser multadas em R$ 180. Os recursos serão convertidos ao Fundo Municipal de Saúde e usados para ampliar o atendimento aos pacientes de Covid-19.
" As atividades vão começar a serem retomadas a partir deste esforço dos próximos 5 dias de achatamento da curva, pra gente esmagar esse vírus em Niterói", reforçou. "No momento que começarmos a flexibilizar, precisaremos de todos usando máscaras", lembrou Neves.
"As cidades e países que venceram ou estão vencendo essa batalha contra o coronavírus combinaram ações de salvar vidas com o apoio às famílias e à economia e trabalharam com um isolamento social mais restrito de 60 dias. Por isso, seguiremos com as medidas mais firmes de isolamento social até o dia 20. A partir daí, vamos iniciar uma flexibilização do isolamento social, mas com responsabilidade e com toda a segurança para os niteroienses", afirmou Rodrigo Neves.
Niterói registrou, nesta quinta-feira (11), 1.115 casos confirmados da covid-19, com 552 em isolamento domiciliar acompanhados pela Secretaria de Saúde. A cidade registra 58 mortes e tem 430 recuperados.

Comentários