Hemorio faz campanha de doação de sangue em meio à pandemia

Doações já haviam caído pela metade, mas o cenário piorou ainda mais em virtude da pandemia do novo coronavírus (covid-19)

Por O Dia

Com os devidos cuidados, não há risco de contrair o novo coronavírus pelo ato de doar sangue
Com os devidos cuidados, não há risco de contrair o novo coronavírus pelo ato de doar sangue -
São Gonçalo - Com uma doação de sangue é possível salvar até quatro vidas. Para os estoques continuarem abastecidos e conseguirem auxiliar a população, há a necessidade de o Hemonúcleo receber 40 doações ao dia, o que não vem acontecendo. Em janeiro deste ano, as doações já haviam caído pela metade, mas o cenário piorou ainda mais em virtude da pandemia do novo coronavírus (covid-19), com a procura diminuindo para um número entre 20 a 25 doadores por semana.
Para suprir a demanda dos hospitais municipais, as campanhas continuam e a administração do Hemonúcleo afirma que é necessário aumentar o número de doações pois o consumo de sangue nos hospitais é contínuo e diário. Vale lembrar que todo o material usado para a coleta de sangue é descartável e totalmente seguro.
Para fazer a doação é necessário pesar 50kg ou mais, ter entre 16 e 69 anos de idade, estar alimentado, com a precaução de evitar alimentos gordurosos e não ter feito piercing e tatuagem há menos de um ano. Caso a pessoa apresente sintomas de gripe, fique em casa e se cuide.
Onde doar:
O HEMORIO localiza-se na Rua Frei Caneca, 8, Centro - Rio de Janeiro. Horário de funcionamento: todos os dias de semana, de 7 às 18 horas, inclusive finais de semana e feriados.
O Hemonúcleo de São Gonçalo funciona na Praça Estephânia de Carvalho, ao lado do Polo Sanitário Washington Luiz, no bairro Zé Garoto. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h.
Conheça outros hemonúcleos: http://www.hemorio.rj.gov.br/html/Hemorrede_mapa.htm

Comentários