Ex-vereador do Rio Jorginho da SOS morre com covid-19

Político vinha se tratando da doença desde o início do mês

Por O Dia

Jorginho da SOS tinha 66 anos
Jorginho da SOS tinha 66 anos -
Rio - O ex-vereador Jorge João Silva, o Jorginho da SOS (Republicanos), de 66 anos, morreu nesta segunda-feira vítima do novo coronavírus (covid-19). De acordo com o filho, Durval Vinícius, o político estava em casa se tratando da doença, quando passou mal, e procurou atendimento médico no Hospital Getúlio Vargas (HGV).
Segundo a Secretaria estadual de Saúde, Jorginho da SOS já deu entrada sem vida ao HGV, onde foi colhida uma mostra para testagem pela covid-19.
"Peço a todos que respeitem esse momento da família. Em breve posto mais informações", o filho pediu, pelas redes sociais.
O ex-vereador começou a apresentar os primeiros sintomas da doença no início do mês. Ele chegou a divulgar um vídeo na Internet falando sobre a doença.
"Eu achava que estava forte, mas não estou. Estou no repouso agora, me recolhi. (Tive) uma pouquinha coisa de melhora. A coisa não é fácil, não. Se cuidem, use álcool! Com saúde tudo vai resolver na frente. Mas se você morrer não vai resolver nada. Então, não tente fazer força para fazer nada. Cuide-se, fique em casa! Depois melhora. Estou no repouso e espero em Deus daqui a pouco estar bem. Fiquem em casa. Não dê condições a essa doença, a esse vírus", pediu, no vídeo postado no último dia 7.
Na terça-feira da semana passada, Jorginho procurou a Coordenação de Emergência Regional (CER) da Barra, que fica no complexo do Hospital Municipal Lourenço Jorge, após ter uma febre alta. Segundo o filho, ele foi medicado e fez exames, que confirmaram a contaminação pelo novo coronavírus.
"Mas por causa de uma cicatriz que ele tem no pulmão, ele está demorando a se recuperar da covid-19", contou Durval, na ocasião, acrescentando que o pai foi medicado e liberado para se tratar em casa.
Jorginho da SOS tinha como reduto eleitoral o Complexo do Alemão, na Zona Norte. Nas últimas eleições, ele concorreu ao cargo de deputado estadual. No entanto, ele teve apenas 8.513 de votos e não foi eleito.

Comentários