Operação mira construções irregulares erguidas no Parque do Mendanha

Pelo menos cinco condomínios começaram a ser construídos na área de proteção ambiental

Por O Dia

Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira -
Rio - A Secretaria estadual do Ambiente e Sustentabilidade e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) fazem, desde às 22h desta quinta-feira, uma ação conjunta contra construções de loteamentos irregulares no Parque Estadual do Mendanha. A área de proteção ambiental fica entre o municípios do Rio de JaneiroNova Iguaçu e Mesquita
Até o momento, foram apreendidas três retroescavadeiras e constatadas as construções de cinco condomínios irregulares no local.
De acordo com reportagem da TV Globo, as construções erguidas na região a mando de milicianos, que agem através da grilagem de terrenos, com falsificação de documentos para ter a posse ilegal das terras.

Galeria de Fotos

Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
Agentes estão no local desde a noite desta quinta-feira Divulgação / Inea
A ação de hoje foi desencadeada pela Superintendência Integrada de Combate aos Crimes Ambientais da Secretaria do Ambiente e tem o apoio do 40° BPM (Campo Grande), do Comando de Polícia Ambiental (CPAm) e do Regimento de Polícia Montada Coronel Enyr Cony dos Santos. Equipes da Gerência de Fiscalização Ordinária (Gefiso), ligada às diretorias de Pós-Licença (Dipos) e de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecosistemas (Dibape), ambas do Inea, também dão apoio.

Comentários