Prefeitura recebe profissionais do Médicos Sem Fronteiras em restaurante popular do Rio

A ação foi uma triagem para identificar possíveis casos de pessoas assintomáticas da covid-19 na unidade

Por O Dia

Os funcionários dos restaurantes estão controlando o distanciamento entre as pessoas nas filas, respeitando o espaço de, pelo menos, um metro
Os funcionários dos restaurantes estão controlando o distanciamento entre as pessoas nas filas, respeitando o espaço de, pelo menos, um metro -
Rio - Frequentadores do restaurante popular de Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, receberam, na manhã desta quarta-feira, atendimento dos profissionais da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF).
De acordo com a prefeitura, a ação foi uma triagem para identificar possíveis casos de pessoas assintomáticas da covid-19 na unidade. 
Ainda segundo a prefeitura, entre 10h e 15h, dez promotores de saúde realizaram entrevistas com o objetivo de identificar possíveis sintomas. A equipe também orientou a população com medidas de prevenção da doença. 
"Poder contar com os profissionais do Médico Sem Fronteiras fortalece os cuidados que temos com os frequentadores das nossos restaurantes", afirma Cláudio Souza, secretário municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação.
Como são os atendimentos?
Os sintomáticos são convidados a passar na consulta com os enfermeiros e, se necessário, dependendo da gravidade dos sintomas são atendidos por uma médica. Os casos graves serão encaminhados à emergência do SUS, na ambulância de MSF.
Medidas contra o coronavírus
Os funcionários dos restaurantes estão controlando o distanciamento entre as pessoas nas filas, respeitando o espaço de, pelo menos, um metro, do lado de fora das unidades. A entrada é controlada, para evitar aglomerações. Também são controlados os lugares das mesas, sempre pulando um banco de uma pessoa para outra.
Os colaboradores também orientam a todos os frequentadores do restaurante sobre a higiene das mãos, estimulando cada um a lavá-las antes e depois de fazerem as refeições, além da utilização do álcool gel, que está disponível em todo o salão. Há também a divulgação de um áudio interno e cartazes com medidas de assepsia.
Como funcionam os restaurantes?
O restaurante de Campo Grande fica na Rua Campo Grande, 880, e foi o primeiro dos três Restaurantes Populares municipalizados pela SMDEI a ser aberto no município do Rio de Janeiro. Estava fechado desde setembro de 2016. O de Bangu começou a funcionar em agosto de 2017 e o de Bonsucesso, em fevereiro de 2018.  
Os três abrem de segunda à sexta-feira para café da manhã, das 6h às 9h, e para almoço das 10h às 15h. O café da manhã custa R$ 0,50 e inclui café com leite, pão com margarina e fruta. O almoço, a R$ 2,00, inclui arroz, feijão, carne, salada e sobremesa e uma bebida.
Os restaurantes são equipados com o que há de melhor em termos de qualidade nutricional dos produtos servidos, do cardápio sempre muito bem elaborado e da equipe que faz tudo isso acontecer com um serviço oferecido de primeira.

Comentários