PM morre após disparo acidental da própria arma

Sargento foi atingido na cabeça

Por O Dia

Agente chegou a ser socorrido, mas não resistiu
Agente chegou a ser socorrido, mas não resistiu -
Rio - Um sargento da PM, identificado como Renato Onisio dos Santos, de 38 anos, morreu por conta de um disparo acidental da própria arma enquanto chegava para trabalhar, na madrugada desta segunda-feira. O militar era lotado no lotado no 38º BPM (Três Rios).
Segundo a ocorrência, o policial descia do banco do carona da viatura quando a arma caiu no chão. Quando Renato se abaixou para pegar, o objeto disparou e atingiu a cabeça do militar. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital das Clínicas Nossa Senhora da Conceição, também em Três Rios, mas não resistiu.
O corpo do policial foi levado para o IML de Três Rios, onde passa por perícia. A ocorrência foi encaminhada para a 108ª DP (Três Rios).
O sargento estava na corporação desde 2006. Ele deixa esposa e dois filhos. A corporação informou que está prestando apoio à família. Até o momento, não há confirmação de horário e local do sepultamento.

Comentários