Oito óleos incríveis para garantir a saúde das madeixas

Tricologista Viviane Coutinho revela os benefícios de quatro óleos vegetais e quatro essenciais que podem fazer toda a diferença

Por O Dia

Óleos de abacate, semente de uva, jojoba, macadâmia, entre outros, têm vitaminas e favorecem a hidratação
Óleos de abacate, semente de uva, jojoba, macadâmia, entre outros, têm vitaminas e favorecem a hidratação -

Os óleos vegetais e essenciais se tornaram grandes aliados na beleza, uma vez que ajudam a promover a saúde capilar. Segundo a tricologista Viviane Coutinho, do consultório Viviane Coutinho, no Recreio, os óleos são excelentes ferramentas usadas hoje tanto nas terapias capilares de forma direta, como em difusores proporcionando resultados incríveis por meio da aromacologia.

O ideal é fazer um blend (mistura) de 5 ml do óleo vegetal que você deseja com uma a duas gotas de um essencial. "Colocar no couro e espalhar pela fibra capilar por 20 minutos. Pode ser usado na fibra como reparação de fios antes do banho, podendo deixar por duas horas", explica a tricologista, recomendando que o tratamento seja feito semanalmente.

Óleos vegetais

"Os óleos vegetais são excelentes carreadores dos óleos essenciais e apresentam muitos benefícios", afirma a profissional, que sugere alguns. O óleo de abacate tem alta concentração de vitamina E, contém propriedade bactericida, antiviral e antisséptica. Atua em inflamações da pele, ajuda na cicatrização e hidrata os fios.

O óleo vegetal de semente de uva apresenta alto teor de ômegas e vitamina E. Quando aplicado no couro cabeludo diminui caspa, queda e fortalece os fios, podendo ser usado como reparador de pontas e protetor solar. O de jojoba é bom para estimular o crescimento. Além de apresentar ação antisséptica e oxidante, também favorece a hidratação.

O óleo vegetal de macadâmia é bom para fazer máscaras capilares: possui propriedades hidratantes, fornecendo uma excelente reposição lipídica já que é rico em minerais como zinco, ferro e cobre.

Óleos essenciais

Viviane Coutinho recomenda o óleo essencial de lavanda francesa, que possui excelentes propriedades calmantes. "É utilizado em disfunções de couro cabeludo como dermatites, inflamações e até mesmo queimaduras", explica a especialista.

O de laranja doce auxilia na absorção de vitamina C, ajuda na formação de colágeno e é um excelente hidratante para pele seca, agindo também contra descamações do couro cabeludo.

O óleo essencial de alecrim estimula a circulação, favorecendo a chegada maior de nutrientes, estimulando assim o crescimento capilar e fortalecendo o sistema circulatório que combate a queda. Deve ser evitado em hipertensos. Por fim, a especialista indica o óleo essencial de melaleuca. "Excelente bactericida e antisséptico. Atua em distúrbios como oleosidade, caspa, seborreia, dermatites e micoses", conclui Viviane.

Comentários