Polícia procura por homem suspeito de matar quase a família inteira em 2019

De acordo com investigações, o crime aconteceu por causa de partilha de uma herança

Por O Dia

Polícia pede informações que possam levar a prisão de Átila dos Santos Ramos
Polícia pede informações que possam levar a prisão de Átila dos Santos Ramos -
Rio - A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira, um cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital com informações que possam levar a localização e a prisão de Átila dos Santos Ramos, de 40 anos. Ele é o principal suspeito de envolvimento nas mortes de mãe, filha, e de um filho menor em um ataque a tiros na madrugada do dia 24 de julho de 2019, em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio. Agentes alegaram que o criminoso seria primo das vítimas. 
De acordo com as investigações, o crime aconteceu por causa de partilha de uma herança. Luciana Almeida da Silva, a mãe, de 35 anos, foi atingida na coxa, virilha esquerda e no braço direito. Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Estadual Carlos Chagas, mas não resistiu aos ferimentos. Além dela, Lindsay de Almeida Reis, 15, filha de Luciana e enteada do marido de Luciana, morreu no local.
O companheiro de Luciana, Wladimyr Dativo dos Santos, 41, foi levado para o Hospital Municipal Albert Schweitzer após ser atingido por vários disparos, mas sobreviveu. O filho caçula do casal, de 7 anos, foi baleado na cabeça e levado para Hospital Carlos Chagas, mas também acabou não resistindo ao ferimentos e morreu. 
Na delegacia, Whadimyr alegou que o criminoso era primo da família e que ele tinha o costume de andar armado. Além disso, disse que Átila já foi envolvido com traficantes da região.
Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Átila Ramos, favor denunciar pelos números:(21) 98849-6099; 2253-1177 ou pelas redes sociais do Disque-Denúncia.

Comentários