Por O Dia
Publicado 17/10/2020 16:11 | Atualizado 17/10/2020 16:23
O candidato à reeleição a prefeito do Rio, Marcelo Crivella, caminhou pelos calçadões de Bangu e Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, na manhã deste sábado.

“Essa caminhada foi um abalo sísmico, um movimento tectônico. Nosso governo ficou devendo muita coisa, porque tivemos que pagar pela roubalheira que foi o governo passado do Cabral e do Eduardo, que deixaram uma conta de bilhões. Mas com fé em Deus, nós vamos ganhar esta eleição e ao invés de pagar a conta deles, vamos fazer a Zona Oeste ficar um passeio maravilhoso com obras de saneamento, trocar toda a iluminação por LED, asfaltar, colocar câmeras para tornar a região mais segura”, disse o prefeito.

Ao longo do trajeto, Crivella anunciou o projeto para a volta do funcionamento das escadas rolantes que dão acesso à estação ferroviária de Bangu. Por fim, o prefeito também anunciou os planos para o futuro hospital do idoso.

“Vamos melhorar os hospitais, colocar mais tomógrafos, fazer um hospital para os idosos na Zona Oeste do Rio e cuidar deles 24h por dia. Aliás, aqui em Campo Grande estamos abrindo um centro de hemodiálise com 20 máquinas", concluiu Crivella.