Candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, em uma feira do Engenho Novo - Divulgação
Candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, em uma feira do Engenho NovoDivulgação
Por O Dia
A candidata à Prefeitura do Rio pelo PDT, Martha Rocha, percorreu, nesta segunda-feira, as ruas do Engenho Novo, na Zona Norte do Rio. Durante a caminhada, a delegada falou do compromisso firmado em cartório para melhorar os serviços urbanos para os cariocas logo a partir do primeiro mês de mandato e em áreas que mais necessitem de atenção do poder público.
Ao conversar com moradores da região, Martha Rocha afirmou que área da Saúde é prioridade. "A demanda maior aqui é a Saúde, por causa da falta de profissionais da saúde. Não adianta ter clínica da família se não têm médicos, se não têm enfermeiros", afirmou Martha Rocha.
Publicidade
O foco do programa de governo da candidata é priorizar a destinação de recursos do SUS para a atenção básica. "Nós temos o compromisso do aumento da atenção básica, de fortalecer e valorizar os profissionais da saúde. E vamos articular a atenção básica com a área pré-hospitalar e hospitalar para qualificar o atendimento. Isso vai diminuir a demanda nos hospitais de emergência", garantiu.
Martha percorreu também a feira livre do bairro e ouviu queixas dos feirantes sobre a redução da carga horária e sobre a falta de estrutura adequada. "Duas questões têm sido apresentadas para nós. Primeiro, uma recente decisão, de redução do horário da feira de 14 horas para 13 horas. Outra queixa é sobre os banheiros químicos. São duas demandas simples de resolver e que nós estamos prontos para resolver", ressaltou.
Publicidade
Questionada sobre o aumento de roubos e furtos na região do Grande Meier, em especial no horário noturno, após o encerramento de jornada do programa “Segurança Presente”, a delegada defendeu que a Prefeitura participe de forma mais efetiva na segurança. "A operação segurança presente é importante e a prefeitura apoia, mas tem que cobrar resultados e também tem que fazer uma articulação com as forças policiais", destacou.
Por fim, Martha lembrou que os crimes de oportunidade são os que mais atrapalham o dia a dia do carioca, entre eles, os furtos de cabos e fiações. "São roubos que causam prejuízo para todo o bairro. Nós temos a possibilidade de fazer ações concretas, em parceria com as forças policiais, usando georreferenciamento, ações de inteligência. Este roubo de cabos não está acontecendo apenas na região do Grande Méier, em outros locais também há. Vamos contribuir para a segurança com planejamento estratégico, ações de inteligência e monitoramento", finalizou.