Cartaz - Divulgação
CartazDivulgação
Por O Dia
Rio - O Portal dos Procurados divulgou, nesta segunda-feira, um cartaz pedindo informações que possam auxiliar na localização e prisão de Jemison Portela dos Santos, de 32 anos. Ele e seu irmão João Bosco Rodrigues Junior, que foi preso na última sexta-feira (23), são acusados de abordar uma vítima em um bar, dopá-la e fazer saques e compras de aproximadamente R$ 40 mil com seus cartões – crime conhecido como "Boa noite, Cinderela".
De acordo com a investigação, a vítima estava bebendo com um amigo no Bar Jobi, localizado na Ataulfo de Paiva, no Leblon, Zona Sul do Rio, na madrugada da quinta (15), quando os irmãos atores de filmes pornôs, se aproximaram. Eles conversaram e, depois de seu amigo ir embora por ter se sentido mal, a vítima decidiu acompanhar João e Jemison indo a outro restaurante.
Publicidade
Segundo testemunho da vítima, sua última lembrança remete aos três entrando em um táxi, que possivelmente faz parte do esquema criminoso. Posteriormente, a vítima acordou deitada na Praia de Botafogo, sem os pertences que foram roubados.
"Estamos fazendo diligências para apurar a participação de outras pessoas no caso, inclusive os beneficiários das transferências realizadas. Há indícios que se trata de uma quadrilha que praticava golpes em alguns estados, em especial Rio de Janeiro e São Paulo. ”É importante que vítimas desses criminosos compareçam a delegacia", informou o delegado Felipe Santoro, titular da 13ª DP (Ipanema).
Publicidade
Quem tiver qualquer informação a respeito da localização de Jemison Portela, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pela página do facebookTwitter e Instagram pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, ou pelo Aplicativo para celular. A partir de agora as denúncias também podem ser feitas pelo site dos Procurados. Em todos os casos, o anonimato é garantido.
Todas as informações sobre a localização do foragido serão encaminhadas para 13ª DP que está encarregada do caso e do inquérito criminal.