Defesa Civil esteve no HFB - REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA
Defesa Civil esteve no HFBREGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA
Por O Dia
Rio - A Defesa Civil realizou vistoria no Hospital Federal de Bonsucesso e interditou o prédio 1, foco do incêndio na última terça-feira, que deixou três vítimas fatais. Os outros blocos que não foram atingidos pelo fogo estão liberados pela Defesa Civil, e o hospital voltará a receber pacientes na próxima terça-feira nesses setores.
"A Defesa Civil vem acompanhando o Corpo de Bombeiros durante toda semana na questão de segurança. Com o fogo totalmente controlado, a Defesa Civil conseguiu fazer a vistoria geral nas instalações", afirmou Eduardo Pierre, coordenador técnico da Defesa Civil. Segundo ele, há risco de desabamento em uma laje do bloco atingido.
Publicidade
"O telhado que existe no bloco 2, o centro de imagem, foi interditado devido ao risco na laje. Elas estão fletidas (curvadas) e há risco iminente de desabamento. A gente notou, no bloco 1, que existem riscos nas instalações. Por isso, fizemos uma nova interdição de todo o bloco 1. A administração do hospital recebeu essa interdição para que proceda a fim de eliminar os riscos", comentou. 
Prédios que não foram atingidos voltam a receber pacientes
Publicidade
O Hospital Federal de Bonsucesso será reaberto para atendimentos na próxima semana. Diretores do hospital fizeram uma reunião na manhã desta sexta-feira, e funcionários foram avisados de que a retomada dos atendimentos será feita gradativamente, a partir da próxima terça-feira (3), nos prédios que não foram atingidos pelo incêndio.
Os setores que voltarão a receber pacientes são o ambulatório, no prédio 6; o prédio 5, onde os exames são realizados; o prédio 4, do setor administrativo; e o prédio 3, que cuida dos doentes de transplantes renais, doenças autoimunes e problemas do fígado. O prédio 2 - maternidade - ainda será reavaliado. Parte das cirurgias, que aconteciam no prédio 1, local do incêndio, serão realocadas para o Hospital Federal da Lagoa.