Filipe Pereira ocupa posição de destaque no PSC - Divulgação / PSC
Filipe Pereira ocupa posição de destaque no PSCDivulgação / PSC
Por O Dia
Rio - O filho do Pastor Everaldo foi exonerado do governo do estado na última quinta-feira. Filipe de Almeida Pereira, que também é do PSC, de 36 anos, ocupava o cargo de assessor especial do governador. A exoneração do ex-deputado federal (2007-2011 e 2011-2015), pedida por ele, aconteceu pouco mais de dois meses depois de ele ter sido preso pela Polícia Federal na Operação Tris in Idem.
Procurado pelo DIA, Filipe disse que "a exoneração se deu a meu próprio pedido, para me dedicar a outras atividades".
Publicidade
O empresário ficou na cadeia por apenas cinco dias, sendo solto no dia 3 de setembro, depois do fim da validade da prisão temporária (cinco dias). Assim como o pai e o irmão, Laércio Pereira, que também foram presos na Tris in Idem, Filipe é suspeito de fazer parte de um esquema montado no governo do estado e liderado por empresários, que lotearam as principais secretarias, como a da Saúde, para beneficiar eles mesmos.
Publicidade
Filipe já ocupou outros cargos no governo do estado, como o de subsecretário Administrativo da Secretaria de Saúde (2018) e secretário estadual de Prevenção à Dependência Química (2013-2014 e 2015-2017),  
Nas eleições de 2018, ele concorreu novamente ao cargo de deputado federal, mas só recebeu 14.073 votos e não foi eleito. Em 2008, foi candidato à Prefeitura do Rio, alcançando pouco mais de 17 mil votos.