UFRJ - Divulgação
UFRJDivulgação
Por O Dia
Rio - A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) poderá passar por mais um ano de crise financeira. Segundo a instituição, caso o Projeto de Lei Orçamentária (Ploa) de 2021 enviado pelo governo ao Congresso seja aprovado, o orçamento da universidade será de R$ 310 milhões, R$ 64 milhões a menos que 2020 – o menor em uma década.
De acordo com o professor Eduardo Raupp, titular da Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças (PR-3), o corte previsto corresponde a mais de dois meses das despesas da universidade. "Após um enorme esforço para colocarmos as contas da UFRJ em dia, fomos surpreendidos pelo Ploa 2021 com a inclusão de uma dotação orçamentária discricionária 17% menor do que prevê a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, reduzindo dos atuais R$ 374 milhões para R$ 310 milhões, ou seja, R$ 64 milhões a menos, que correspondem a mais de dois meses de todas as despesas da instituição", disse.
Publicidade
"Diante desse cenário que se avizinha, caso não haja nenhuma alteração nos valores estabelecidos no Ploa 2021, é possível que tenhamos sérios problemas quanto ao pagamento das despesas de manutenção básica. Fizemos todos os esforços necessários em 2020 para que os contratos pudessem ser honrados sem sobressaltos, mas, com o corte, esse risco existe e, eventualmente, alguns fornecedores podem, sim, ter dificuldades", finalizou Raupp.