Criminoso ficará preso no Rio até ser extraditado para os Estados Unidos
Criminoso ficará preso no Rio até ser extraditado para os Estados UnidosMarcelo Camargo/Agência Brasil
Por O Dia
Rio - A Polícia Federal prendeu um criminoso colombiano, neste domingo (2), que integrava a lista da Difusão Vermelha da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
O homem, de 36 anos, foi condenado em 2019 por tráfico de drogas e associação para o tráfico da cidade de Medellín, na Colômbia, para a Flórida, nos Estados Unidos, entre os anos de 2015 e 2016.
Publicidade
De acordo com as autoridades norte-americanas, mesmo foragido, o criminoso coordenava a logística de compra, venda e transporte de cocaína, morfina, heroína e metanfetamina destinada ao tráfico internacional de drogas e recebia grande quantidade de dinheiro por todo o processo.
O pedido de prisão preventiva para extradição foi realizado pelo Escritório Central Nacional da Internacional, em Brasília, com base nas informações da Difusão Vermelha incluídas pelas autoridades da Flórida. Já o mandado de prisão preventiva para extradição foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Publicidade
O colombiano estava em sua casa, em Caxias. Ele foi localizado e preso pelos policiais federais lotados no Núcleo de Cooperação Policial Internacional (Interpol/RJ), com apoio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/PF) e do Centro de Cooperação Policial Internacional do Rio.
O traficante será encaminhado ao sistema prisional do Rio até a extradição definitiva para os Estados Unidos.