Aluno leva cachorrinho à universidade(Foto: Divulgação / RJPET)

A Universidade Cândido Mendes, no Centro da cidade, foi a primeira e mais antiga instituição de ensino superior privado do país a receber animais em suas dependências. Na manhã desta quarta-feira (24), recebeu a certificação “Pet Friendly” das mãos do Secretário Estadual de Agricultura, Marcelo Queiroz, responsável pelas Políticas Públicas de Proteção e Bem-estar Animal.
O local já está passando por uma adaptação, com pisos táteis, identificação em braile, além de adequações para receber cães guias. Potes com água e ração também já estão disponíveis para os bichinhos, nos corredores e dependências da instituição.
“A nossa universidade sempre esteve à frente do tempo, e não poderíamos ficar fora desse projeto. E mais uma vez ela sai à frente com a questão da acessibilidade, que é fundamental. Nós temos alunos deficientes visuais e isso de fato é mais uma possibilidade para facilitar a vida deles. A ideia é sempre agregar em favor dos alunos, da sociedade. E há 120 anos a universidade tem esse caráter humanista. Essa é mais uma página de conquista, afirmou, João Chamarelli, presidente do diretório acadêmico.
Todas as unidades da Cândido Mendes estão preparadas para receber os pets. No Rio de Janeiro, são nove filiais. Segundo João, a ideia é que com a volta das aulas presenciais, os alunos possam levar normalmente seus cães para a universidade. Além disso, as pessoas que precisarem ter acesso às instalações da instituição para fazer matrícula ou esclarecimento de dúvidas também estão autorizadas a entrar com seus pets.
Criador do selo “Pet Friendly, o secretário Marcelo Queiroz disse que a ideia partiu exatamente da inclusão das políticas públicas, como castração, entre outros.
“Os animais, como temos repetido sempre, são uma extensão das nossas famílias. É cada vez mais comum as pessoas quererem levar seus pets para todos os locais que frequentam. Além disso, não podemos esquecer da importância das pessoas que precisam de cães-guia ou de seus animais como suporte emocional. Então, a entrega do selo aqui na Universidade Cândido Mendes representa mais um marco do nosso trabalho em prol dos animais,” explicou o secretário.
E a notícia do selo já deixou alunos empolgados. Gabriel Santana Ferreira, de 24 anos, está no sétimo período de Direito e hoje já esteve na universidade com Brad, seu cachorrinho.
“De fato, poder ter acesso com meu cachorro nas instalações foi uma ótima notícia. Hoje, por exemplo, precisei preencher alguns documentos aqui na secretaria, e saber que ele poderia entra comigo foi muito bom. Acho que de uma forma geral os alunos estão bem satisfeitos, principalmente aqueles que dependem dos seus pets no dia a dia,” comemorou Gabriel.
Em todo estado, pelo menos 1.500 estabelecimentos já receberam o selo oficialmente.