Secretaria Estadual de Saúde inaugura tenda na UPA de Marechal HermesFabio Costa/Agência O Dia

Rio - Enquanto aguarda a chegada de 100 mil doses da vacina contra a gripe, ainda nesta quarta-feira, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) registra recorde de atendimento por síndrome gripal nas UPAs do estado. Somente na última segunda-feira, foram cerca de seis mil casos em um único dia: o maior já verificado desde o início da pandemia da covid-19.
De acordo com dados da SES, o crescimento repentino de casos foi verificado a partir do dia 22 de novembro, quando foram registrados 505 casos nas UPAs estaduais. Considerando a média diária de atendimentos por síndrome gripal, houve um aumento de 2.647% de casos, na comparação entre 15 e 20 de novembro, que teve média diária de 173 casos, com o intervalo entre os dias 4 e 6 deste mês, que registrou média de 4.752 atendimentos diários.
Já a Secretaria municipal de Saúde do Rio (SMS) afirma que foram notificados 23 mil atendimentos de casos de gripe nos postos de saúde da cidade nas últimas três semanas: uma média de 1.095 registros por dia.
No quinto dia com a vacinação contra gripe interrompida, a SES espera o envio das 100 mil doses da vacina por parte do Ministério da Saúde (MS), que havia confirmado, na sexta-feira passada, a chegada ao Rio de 160 mil doses do imunizante nesta última segunda-feira, o que não aconteceu.
Instituto Butantan anuncia doação de 400 mil doses
Além da expectativa do recebimento das doses pelo MS, que está coordenando o remanejamento de vacinas de outros estados para o Rio, a Secretaria municipal de Saúde (SMS) aguarda a doação de 400 mil doses do Instituto Butantan, órgão que produz as vacinas da gripe distribuídas no país.
O anúncio da doação foi feito pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, e pelo governador de São Paulo, João Dória, durante coletiva, na manhã desta quarta-feira, na sede do governo paulista. Segundo Dória, a previsão é que as doses cheguem ao Rio nesta sexta-feira.
"Uma boa notícia para a cidade do Rio de Janeiro, que nesta sexta-feira irá receber gratuitamente 400 mil doses doadas pelo Instituto Butantan, pelo governo de São Paulo, para o programa de imunização contra a influenza, contra a gripe, já que a cidade vive um surto momentâneo. E aqui estamos para ser solidários e ajudar os nossos irmãos do Rio de Janeiro", disse João Dória. 
Já Dimas Covas informou que o Butantan fez a oferta de venda de 3,4 milhões de doses da vacina contra a gripe para o Ministério da Saúde, mas não houve resposta por parte da pasta: 
"Fui procurado pelo secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, que me solicitou informações sobre doses disponíveis da vacina influenza. Eu disse ao Daniel que havia sido feita uma oferta ao Ministério da Saúde de 3,4 milhões de doses, para que ele atendesse o Rio de Janeiro e outros estados que possam vir a enfrentar também o surto de gripe. O Daniel foi atrás dessa informação, mas não conseguiu. O Ministério da Saúde não se pronunciou e não nos respondeu em relação a essas doses".
Procurado pelo DIA, o Ministério da Saúde informou que, até o fim desta semana, está prevista a chegada de um total de 160 mil doses da vacina ao Rio.