Homem é espancado em composição de tremReprodução

Rio - Um homem foi agredido e despido em uma composição da SuperVia na Estação Maracanã, na noite deste domingo. O caso foi filmado e o vídeo circula nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver o homem vestido apenas com uma cueca, levando chutes, inclusive no rosto. O caso teria sido em decorrência de uma briga de torcedores do Flamengo, após a derrota para o Fortaleza.
Uma testemunha, que preferiu não se identificar por medo de represálias, afirmou que o caso aconteceu no trem que partiria no sentido Japeri, por volta das 19h10. A vítima, conforme relatos no local, estava vestida com uma camisa da torcida organizada Raça Rubro-Negra. O homem foi agredido por mais de dez integrantes da torcida Jovem do Flamengo. Ele ficou ao chão do vagão apenas de cueca.
O flamenguista que presenciou o espancamento estava no trem em frente, no sentido Santa Cruz, e conseguiu observar a briga de seu vagão. Ele relatou que os demais passageiros pularam de plataforma com medo da violência. O torcedor contou que evita usar o uniforme do clube em clássicos e disse que se sentiu exposto a outras brigas durante a viagem para casa. 
"Os passageiros estavam com medo porque tinham integrantes de outras torcidas dentro do trem. Todo jogo é um sufoco para poder voltar para casa. O transporte que temos é o trem, e voltamos com integrantes de torcida organizada. A qualquer momento pode acontecer um problema. Não sou integrante de organizada, mas a gente acaba sendo pego sem ter nada a ver com isso. Em clássico, eu vou com camisa branca ou preta, sempre", declarou. 
No estádio, também houve confusão entre as duas organizadas do mesmo time. Frente a derrota de 2 a 1 do Flamengo para o Fortaleza, diante de mais de 63 mil pessoas, torcedores rubro-negros iniciaram uma briga no setor Norte do Maracanã, ainda durante o segundo tempo do jogo. Após o fim do jogo, o empurra-empurra começou de forma generalizada, causando alvoroço dentro do estádio. Em imagens que circulam pelas redes, policiais militares tiveram que intervir separando torcedores. Agentes aparecem batendo com cacetete em torcedores.
A Supervia ainda não havia se manifestado até a publicação deste texto. O MetrôRio afirmou que não registrou brigas por conta da partida neste domingo. A Polícia Civil disse que até o momento, não houve registro da briga na delegacia da área.