Fazer festa com dinheiro dos outros é mole

Prefeitura de Mesquita comemora aniversário e moradores reclamam da infraestrutura da cidade

Por Isabele Benito

FOTO TÁ BONITO COLUNA ISABELE BENITO 30-09
FOTO TÁ BONITO COLUNA ISABELE BENITO 30-09 -
A festa já aconteceu, mas a conta chegou e nunca é tarde para cobrar o que deve ser cobrado... Na semana passada, Mesquita festejou seu vigésimo aniversário de emancipação. Uma grande festa foi promovida pela prefeitura, com shows de grupos de pagode, cantores de funk, música gospel...
Pensando pela diversão, nenhum problema... Todo mundo tem direito ao seu lazer, não fosse por um motivo: mais de meio milhão de reais foram gastos com toda a estrutura da festa! Aí eu te pergunto... A população de Mesquita tem mesmo motivos pra comemorar? Parece que não...
O povo protestou com toda razão! Afinal, com esse dinheirão desperdiçado, muitas melhorias poderiam estar sendo feitas. É escola fechada, falta de médicos em hospitais, saneamento... E aí, prefeito? Diante da repercussão, os vereadores disseram que vão solicitar ao Ministério Público do Estado para que investiguem se houve superfaturamento.
As pessoas não se contentam mais com migalhas... A política do “pão e circo” não funciona mais! Ainda mais com tamanha cara de pau dos poderosos. 3,2,1... É DEDO NA CARA! 
PINGO NO I
A história de cobrar mais caro por transporte público por causa de um evento é surreal. Quem vai para o Rock in Rio está tendo que desembolsar mais de R$ 15 no total de ida e volta. Fala sério, né?
Tudo bem que o BRT é transporte público e que o ingresso do RIR não é nada de preço popular... Mas, e daí? Quer dizer que quem tem dinheiro pra comprar pode gastar também a mais para o ônibus?
Quem ama música e festivais chega a guardar dinheiro por muito tempo... Pra poder assistir a um show único de um artista que talvez ela nunca teria como! Então, bora colocar o Pingo no I... O evento pode até ser de rock... Mas o povo já está sambando faz tempo.
TÁ BONITO!
No meio da Bienal do Livro, observando muitas crianças e jovens folheando exemplares, mas tendo que devolver por não ter condições de comprar e levar pra casa, uma menina de 12 anos, moradora da comunidade dos Tabajaras, teve uma ideia: criar uma biblioteca para que todos os moradores da sua área tenham acesso a muitos livros.
Raíssa Luara de Oliveira, a Lua, como é chamada, foi pra internet pedir doações e mobilizou todo o bairro de Copacabana, arrecadando mais de mil livros... E até espaço na associação de moradores, com data de inauguração prevista: 18 de outubro! A proposta é que o espaço vá além de uma simples leitura. As crianças vão poder brincar, assistir a filmes, contar histórias, aulas de dança e reforço escolar.
Como é bom ver jovens tendo o poder de transformação, pensando não só em si, mas em toda uma comunidade. É de aquecer o coração... Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Que muitas ‘Luas’ existam por aí, iluminando a vida de tantas gerações e tenho dito!
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários

Fazer festa com dinheiro dos outros é mole O Dia - Isabele Benito

Fazer festa com dinheiro dos outros é mole

Prefeitura de Mesquita comemora aniversário e moradores reclamam da infraestrutura da cidade

Por Isabele Benito

FOTO TÁ BONITO COLUNA ISABELE BENITO 30-09
FOTO TÁ BONITO COLUNA ISABELE BENITO 30-09 -
A festa já aconteceu, mas a conta chegou e nunca é tarde para cobrar o que deve ser cobrado... Na semana passada, Mesquita festejou seu vigésimo aniversário de emancipação. Uma grande festa foi promovida pela prefeitura, com shows de grupos de pagode, cantores de funk, música gospel...
Pensando pela diversão, nenhum problema... Todo mundo tem direito ao seu lazer, não fosse por um motivo: mais de meio milhão de reais foram gastos com toda a estrutura da festa! Aí eu te pergunto... A população de Mesquita tem mesmo motivos pra comemorar? Parece que não...
O povo protestou com toda razão! Afinal, com esse dinheirão desperdiçado, muitas melhorias poderiam estar sendo feitas. É escola fechada, falta de médicos em hospitais, saneamento... E aí, prefeito? Diante da repercussão, os vereadores disseram que vão solicitar ao Ministério Público do Estado para que investiguem se houve superfaturamento.
As pessoas não se contentam mais com migalhas... A política do “pão e circo” não funciona mais! Ainda mais com tamanha cara de pau dos poderosos. 3,2,1... É DEDO NA CARA! 
PINGO NO I
A história de cobrar mais caro por transporte público por causa de um evento é surreal. Quem vai para o Rock in Rio está tendo que desembolsar mais de R$ 15 no total de ida e volta. Fala sério, né?
Tudo bem que o BRT é transporte público e que o ingresso do RIR não é nada de preço popular... Mas, e daí? Quer dizer que quem tem dinheiro pra comprar pode gastar também a mais para o ônibus?
Quem ama música e festivais chega a guardar dinheiro por muito tempo... Pra poder assistir a um show único de um artista que talvez ela nunca teria como! Então, bora colocar o Pingo no I... O evento pode até ser de rock... Mas o povo já está sambando faz tempo.
TÁ BONITO!
No meio da Bienal do Livro, observando muitas crianças e jovens folheando exemplares, mas tendo que devolver por não ter condições de comprar e levar pra casa, uma menina de 12 anos, moradora da comunidade dos Tabajaras, teve uma ideia: criar uma biblioteca para que todos os moradores da sua área tenham acesso a muitos livros.
Raíssa Luara de Oliveira, a Lua, como é chamada, foi pra internet pedir doações e mobilizou todo o bairro de Copacabana, arrecadando mais de mil livros... E até espaço na associação de moradores, com data de inauguração prevista: 18 de outubro! A proposta é que o espaço vá além de uma simples leitura. As crianças vão poder brincar, assistir a filmes, contar histórias, aulas de dança e reforço escolar.
Como é bom ver jovens tendo o poder de transformação, pensando não só em si, mas em toda uma comunidade. É de aquecer o coração... Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Que muitas ‘Luas’ existam por aí, iluminando a vida de tantas gerações e tenho dito!
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários