O povo se ferra na ida e na volta

Eu vou te contar, viu? Enquanto os serviços do metrô e BRT estão funcionando para atender a galera que está indo ao Rock in Rio

Por Isabele Benito

Rio de Janeiro 10/07/2019 - ESPECIAL - Isabele Benito. Foto: Luciano Belfoird/Agencia O Dia
Rio de Janeiro 10/07/2019 - ESPECIAL - Isabele Benito. Foto: Luciano Belfoird/Agencia O Dia -
Rio - Eu vou te contar, viu? Enquanto os serviços do metrô e BRT estão funcionando para atender a galera que está indo ao Rock in Rio, principalmente os turistas, a população que depende muito dos trens da SuperVia para chegar ao seu local de trabalho, não está com a mesma sorte.

Se já não bastasse a decisão da Concessionária de encerrar as viagens mais cedo do ramal Deodoro, ignorando a decisão da Agetransp, que suspende a proposta de alterar grades, o trabalhador agora tem que conviver com problemas de descarrilamentos constantes.

Ontem mesmo, no horário do rush, por volta de 8h50, um trem que partiu do mesmo ramal descarrilou próximo à Central do Brasil. E o que aconteceu? Povo se prejudicando pra chegar no trabalho! Quase uma hora de espera para normalizar o serviço. É um constrangimento atrás do outro. As pessoas acordam cedo, com marmita de baixo do braço, enfrentando uma verdadeira lata de sardinha, que às vezes nem ar-condicionado tem, pra chegar na hora certa de ganhar o seu sustento e da família, e o serviço, ser uma merreca... Pra não dizer outra coisa! Ah, me poupe!

Patrão não quer saber de “declaração de atraso” que o funcionário pegou na bilheteria, infelizmente. O “peão” leva a culpa que nem é dele!

Aí na hora de ir embora pra casa, cansados, ainda tem que aguardar a boa-vontade do trem chegar na plataforma porque a dona Supervia reduz horário de circulação? Não dá, gente! É muita falta de respeito!

Em nota, a SuperVia disse que, em relação ao descarrilamento, que o trem afetado voltou a seguir viagem em velocidade reduzida e por volta de 9h15 já estava na plataforma. Já em relação a decisão de reduzir os horários noturnos do ramal Deodoro, diz que cumpriu o protocolo previsto pela Agetransp, comunicando as mudanças com 30 dias de antecedência.

Ê trem amarrado...

3,2,1... É DEDO NA CARA!
PINGO NO I

Então quer dizer que alguns deputados do Rio resolveram antecipar o fim do expediente na quarta-feira por causa do jogo Flamengo e Grêmio?

Saíram mais cedo e pegaram avião pra assistir ao jogo direto de Porto Alegre... Que coisa, hein?

O trabalho lá deve estar super adiantado, os problemas da cidade resolvidos... Ah, mas pelo salário que nós, cidadãos, pagamos pra eles, pra que trabalhar, né?

Ninguém aqui é contra o futebol, mas virou prioridade? Onde que em alguma empresa do Brasil o patrão vai liberar o funcionário mais cedo pra assistir jogo? Só rindo...

Então bora colocar o pingo no i...

Colocar ordem nesse campo é nosso dever! Senão vamos continuar levando bola nas costas.
TÁ FEIO!

A morte do policial militar Ednilton Mendes, de 32 anos, que se deu por conta de um ataque covarde de traficantes próximo à Cidade de Deus, mostra o quão vulnerável nossos policiais estão em situações de confronto.

Por mais que a polícia tente fazer seu trabalho, não dá pra competir com o poderio bélico do tráfico...

O filho de seis anos de Ednilton, infelizmente talvez não terá a tão sonhada festa de aniversário, que estava planejada para o próximo dia 13. Tudo porque quem estava organizando era o pai, porém ele hoje chora a sua morte. O tema seria os vingadores, mas o verdadeiro herói da vida real dele, Ednilton, não vai poder participar.

A gente não aguenta mais ver o povo chorar.

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Tá feio, a torcida é sempre para o lado do bem, e tenho dito.

Comentários