O cheiro do descaso

Por O Dia

O verão chegou lascando, 40 graus na cabeça... Hora de abrir as janelas pra deixar um "fresquinho" entrar, né? Nada disso! Pelo menos para os moradores das ruas Pompílio e Campestre, do bairro Alto Uruguai, em Mesquita, ficar de janela aberta é algo impossível! Tudo por conta do esgoto despejado na porta das casas dos moradores, que não aguentam mais o odor insuportável.

"O cheiro é demais. Fora que ainda existem crianças no local, que não podem brincar devido ao risco de doenças. Ninguém aguenta mais viver na m.", conta a moradora Norma da Silva, de 65 anos, muito irritada com a situação.

Não dá pra imaginar que as pessoas, quase em 2020, tenham que conviver com cheiro de bosta no nariz por causa de descaso e falta de infraestrutura da prefeitura.

Dona Marlene de Moura, 61 anos, conta que a prefeitura já foi procurada e nada foi feito até o momento.

"As fezes humanas correm pelo meio da rua e idosos e crianças são obrigados a viver no meio dessa podridão."

É surreal! Ninguém tá pedindo nada além do que salubridade... Qualidade de vida, dignidade!

A coluna procurou a Prefeitura de Mesquita que, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, ficou de enviar uma equipe de trabalho ao local para verificar a situação e providenciar os reparos.

E enquanto isso o povo vai chafurdando cada vez mais... Feliz Ano Novo pra quem, hein?

3,2,1... É DEDO NA CARA!

 

PINGO NO I

Manoel Pereira da Costa pede socorro para a esposa, Maria de Fátima Costa - Arquivo Pessoal

"Ajuda minha esposa, Isabele! O estado de saúde dela só piora e, quanto mais demorar, mais complica a situação dela, que já é debilitada".

Em Niterói, Seu Manoel Pereira da Costa pede socorro pela esposa, Maria de Fátima Costa, que há 16 anos convive com problemas renais, já teve uma perna amputada e está com risco de perder a outra. Dona Maria precisa de uma unidade hospitalar com suporte angiográfico para que, com isso, tente revascularizar o membro, mas diversos hospitais se negam a realizar o procedimento.

Nem com intimação da Defensoria Pública estão respeitando!

O povo não aguenta mais tamanho sofrimento.

Então, bora colocar o pingo no I...

Sai ano, entra ano e a situação nunca muda.

TÁ BONITO!

Lica Oliveira - Divulgação

Ela já fez parte da seleção brasileira de vôlei, pela qual jogou duas Olimpíadas, fez novelas marcantes do autor Manoel Carlos, é jornalista e, agora, a nova noticiarista da Super Rádio Tupi... Ah! E ainda exerce seu maior papel, ser mãe... Ufa, e eu achando que trabalhava muito, hein?

Lica Oliveira começou no vôlei na década de 80, em uma geração de estrelas como Vera Mossa, Isabel, Ana Moser e Márcia Fu.

Ainda como jogadora, na sua temporada na Itália, sonhava ser jornalista e acabou parando na TV pelas novelas... Agora, retorna à sua antiga paixão, o jornalismo, apresentando o Tupi Notícias e o tradicional Sentinelas da Tupi.

Lica ressalta que o sucesso vem da paixão por tudo o que realiza, seja no esporte, na arte ou no jornalismo.

Isso que é mulher 1001 facetas, hein?

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Lica é exemplo de mulher que pode ser o que quiser... Com ela não tem tempo ruim, e tenho dito!

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários