Por O Dia
Rio - Muita gente ficou chocada com os bares lotados na Zona Sul e também na Barra da Tijuca...
Com toda razão, é claro! Ninguém tá aqui pra questionar isso, mas parece que situações como essas só repercutem quando acontecem nesses lugares.

Festas bombando e bares e restaurantes lotados aconteceram durante toda a pandemia! Vai dizer que você não sabia? Na Zona Norte, no subúrbio, muitos locais bombavam na época em que os números da doença explodiam... Nunca se teve uma conscientização de todo mundo.

A falta de noção e de empatia acontecia quando era proibido. Alguém esperava mesmo que seria diferente com a flexibilização? Só que não!

Flexibilizar no papel não é um “libera geral” na prática. Não tem como colocar uma babá em cada canto do Rio de Janeiro... Era uma questão de conscientização e também de contar com o bom-senso, que vamos ser sinceros, nunca foi muito o forte por aqui.

O Rio é uma cidade-vitrine, que te convida para sair, cheia de atrativos... E é sempre logo ali... “Bora no bar, na praia, na família...”

Só que ninguém compreende que é uma loucura essa ansiedade toda de queimar etapas!

Não adianta ficar gritando que “não vai embora”. Se você acha que fazer isso te torna o “p” das galáxias, tá enganado.

Chegou no local que está muito cheio? Até por uma questão também de pulverizar a Economia, vá num lugar que precisa mais de cliente!

É hora de aquecer a Economia, não de explodir hospitais mais uma vez.


Publicidade
TÁ BONITO!
Renata Costa lançara livro com depoimentos de crianças
Renata Costa lançara livro com depoimentos de crianças divulgação
Todo mundo já foi ouvido sobre esse momento difícil de pandemia: médicos, cientistas, políticos, professores... Mas e as crianças? Elas também têm algo a dizer! Por isso, a pedagoga Renata Costa resolveu coletar depoimentos de crianças de 2 a 13 anos sobre como elas estão vivendo na quarentena, o que gostam, não gostam e o que gostariam de fazer quando a pandemia acabasse.

O retorno das crianças foi tão incrível que Renata conseguiu mais de cem depoimentos, que serão transformados em livro!

“Senti a importância de deixar esse registro para a humanidade. Saber como as crianças estão passando por esse momento foi muito especial”, conta Renata.

E ela quer mais depoimentos, hein?! Só enviar para [email protected]

Por isso, se você me perguntou se tá feio ou tá bonito... Bora ouvir mais, criança sempre tem uma boa resposta, e tenho dito!