O Nordeste na Casa do Norte em Nova Iguaçu

Linguiça, farinhas, feijão de todos os tipos e típicos da região, fava, queijo de coalho, temperos, azeite de dendê, carne de sol e peixes secos são algumas das iguarias nordestinas vendidas

Por O Dia

Loja vende temperos, queijo, feijão, fava, linguiças e outros produtos -

Rio - O nome é Casa do Norte, os produtos são nordestinos e a freguesia é cada vez mais diversificada. "Aqui o movimento não é exclusivo de nenhuma região, tem gente de todo o lugar do Brasil", diz Terezinha, dona da Casa do Norte, no Centro de Nova Iguaçu.

"Há mais de 50 anos anos, quando abrimos a loja, vinham praticamente só nordestinos. Hoje, a culinária nordestina já caiu no gosto de todos", conta.

Linguiça, farinhas, feijão de todos os tipos e típicos da região, fava, queijo de coalho, temperos, azeite de dendê, carne de sol e peixes secos são algumas das iguarias nordestinas vendidas.

O segredo, garante a proprietária, está na origem dos produtos. "Trazemos o que existe de melhor em cada lugar. Muitos fregueses entram na casa em busca de um ingrediente que viram um chef usar na televisão ou no restaurante e querem testar algumas receitas em casa".

Curiosidade

Se os ingredientes saem do Nordeste, por que o nome é Casa do Norte? É que antes da divisão das regiões do Brasil pelo IBGE, tudo que estava acima do Rio de Janeiro era Norte. E tudo que ficava abaixo era Sul. "A expressão 'Nordeste' foi criada somente no fim dos anos 1930.

 

Comentários

Últimas de O Dia na Baixada