Para banir do caminho a intolerância

Líderes de diversas denominações farão manifestação pela igualdade na Via Light

Por O Dia

Nádia Maria e Edson França são os organizadores do evento que reunirá diversas denominações religiosas
Nádia Maria e Edson França são os organizadores do evento que reunirá diversas denominações religiosas -

Na luta por igualdade e liberdade, representantes religiosos da Baixada farão hoje uma caminhada na Via Light, em Nova Iguaçu. A região é a que mais tem sofrido com ataques a casas de matrizes africanas. O último aconteceu há cerca de um mês, em Nova Iguaçu. Segundo a Alerj, cerca de 120 terreiros sofrem ameças na Baixada.

A iniciativa faz parte de um conjunto de ações criados pelo comitê Inter-religioso formado por lideres do candomblé, umbanda, igrejas evangélicas, católicas, wikas, budistas, ateus e agnósticos.

Cada líder terá cinco minutos de apresentação para ressaltar o respeito e tolerância religiosa. "Vamos mostrar ao poder público que somos muitos. Afinal na Baixada Fluminense é local onde se concentra grande parte das casas de matriz africana. E as mais antigas casas. Eu mesma sou descendente do Engenho Velho. Minha avó Aleluia de Iemanjá veio da Bahia inaugurou sua roça em Mesquita, casa essa que existe no mesmo lugar até hoje", relatou Nádia Maria, uma das organizadoras do evento.

Além dos pronunciamentos, haverá apresentações musicais com o grupo Afoxé Omo Ketu, com o cantor Pedro Neves, grupo Força Raiz, grupo Panelinha de Dendê, Ministério David e Daniel e Padê de Exu.

"Este será o momento de todos deixarem suas mensagens de paz através dos seus códigos religiosos, seja com uma oração, cântico ou até mesmo uma benção. O importante é que as pessoas possam entender que há espaço para todas as religiões e credos. Estamos em um país livre", ressaltou Edson França.

A concentração será às 9h, na Praça dos Direitos Humanos, no Centro de Nova Iguaçu. A caminhada começa às 11h pela Via Light seguindo até o antigo pólo gastronômico.

Comentários