Médicas explicam o câncer de mama

Projeto 'Nosso Papo Rosa' chega pela primeira vez à Baixada. Encontro será na Unig

Por O Dia

Time renomado de especialistas oncológicos se reúne em Nova Iguaçu para tirar dúvidas sobre a doença
Time renomado de especialistas oncológicos se reúne em Nova Iguaçu para tirar dúvidas sobre a doença -

Rio - Para esclarecer as principais dúvidas e mitos sobre o câncer de mama, as médicas Sabrina Chagas e Maria Júlia Calas promovem, no próximo sábado (23), a 11ª edição do 'Nosso Papo Rosa'. O evento tem entrada gratuita e vai acontecer de 9h a 12h, no auditório K da Unig, em Nova Iguaçu.

Além do bate-papo informal com as especialistas, haverá ainda prática de meditação, uma breve apresentação sobre sexualidade das mulheres com câncer, além do sorteio de brindes. As inscrições devem ser feita via WhatsApp, pelo número (21) 99321-9769.

"É necessário falarmos do câncer de mama o ano inteiro. A doença está presente nas nossas vidas. Mas essa realidade não precisa ser vista com tristeza, em muitos casos é possível a cura. Por isso, o diagnóstico precoce é importante, além da adoção de hábitos saudáveis", explica a oncologista Sabrina Chagas.

O bate-papo será conduzido pelas idealizadoras do evento e contará com outras especialistas: Patrícia Arraes, nutricionista oncológica; Kelly Fireman, fisioterapeuta oncológica; Alyne Meirelles, sexóloga; e Leocir Correa da Silva, mastologista.

Práticas saudáveis

Vale ressaltar que o câncer de mama é o mais comum entre mulheres no Brasil e no mundo. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 30% dos casos da doença podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis, como praticar atividade física, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, entre outras práticas saudáveis.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários