Primeiro dia de abertura parcial do comércio em Duque de Caxias levou muita gente para as ruas da cidade, apesar do aumento dos casos - Estefan Radovicz
Primeiro dia de abertura parcial do comércio em Duque de Caxias levou muita gente para as ruas da cidade, apesar do aumento dos casosEstefan Radovicz
Por O Dia

Enquanto aumentam as discussões sobre volta de futebol, comércio e outros serviços não essenciais no Rio de Janeiro, a Baixada Fluminense continua com a escalada de casos de covid-19. Ainda com a curva em ascensão, a região ultrapassou seis mil infectados (6.090) e 700 mortes (701), segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde.

No início de maio, a Baixada Fluminense contabilizava 1.592 casos e 171 mortes. Ou seja, em apenas 25 dias a região viu quadruplicarem os óbitos pela doença e aumentar quase quatro vezes a quantidade de infectados confirmados.

Com o crescimento desenfreado dos números, seis cidades da Baixada Fluminense figuram entre as 10 com mais óbitos no estado. Duque de Caxias, que reabriu o comércio ontem, só fica atrás da capital, mas encabeça a lista da região, pulando de 70 mortes do dia 30/4 para 187, segundo a secretaria estadual. Nova Iguaçu (142), Belford Roxo (85), Magé (76), São João de Meriti (67) e Mesquita (46) completam a lista.

Em relação ao número de infectados, Nova Iguaçu é a terceira cidade (com 1.274) e segue à frente de Duque de Caxias na Baixada (1.246). Outro município que contribuiu para o crescimento dos casos confirmados foi Queimados, que disparou de 50 em 30 de abril para 870. O aumento muito acima do normal se deve à demora de atualização na secretaria estadual, mas também à maior quantidade de exames realizados em maio, desde que a Prefeitura comprou 10 mil testes rápidos.

São João de Meriti (com 656 casos) e Belford Roxo (554) são outros municípios da região que já ultrapassaram o número de 500 infectados confirmados. Vale lembrar que os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde não necessariamente batem com a dos municípios, em função do prazo para a divulgação diferentes.

Você pode gostar
Comentários