Vacinação contra a gripe perto do fim

Após ser prorrogada, imunização termina amanhã na Baixada e no Brasil

Por O Dia

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe acaba amanhã. Municípios da Baixada Fluminense que ainda não alcançaram a meta estipulada para esta terceira fase, como Mesquita, Itaguaí e Duque de Caxias convocaram a população até as unidades de saúde para a imunização.

Em Caxias, a Secretaria Municipal de Saúde e a Defesa Civil fizeram um alerta para os moradores por causa da baixa procura pela vacina da gripe, principalmente entre crianças, grávidas e mães com filhos de até 45 dias.

"Em Duque de Caxias, a imunização desses dois últimos grupos está abaixo de 30% do total da população a ser vacinada, ficando muito abaixo do esperado pelo município. Fazemos um apelo aos responsáveis das crianças de 6 meses a 6 anos; às mulheres grávidas e às puérperas (mães até 45 dias), para que procurem uma unidade de saúde para serem vacinadas", pede o secretário Municipal de Saúde, José Carlos de Oliveira.

Público-alvo

Nesta terceira fase da campanha, o público-alvo é composto por: pessoas com deficiência, crianças de 6 meses até 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos. Também podem se vacinar quem já deveria ter ido nas outras duas fase, mas que ainda não se imunizaram, como: pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde, segurança pública e transportes, portadores de doenças crônicas ou com condições clínicas especiais, indígenas, dentre outros.

A meta da campanha, que foi prorrogada duas vezes, é vacinar 90% do público prioritário até amanhã. Vale ressaltar que a vacina da gripe não imuniza contra o coronavírus, mas auxilia no diagnóstico da covid-19 ao descartar a gripe para quem foi imunizado, e também tem a intenção de minimizar os impactos sobre os serviços de saúde e à população.

Comentários