Frota total dos ônibus em Magé

Retorno completo começou ontem. Empresas têm até amanhã para se adequar

Por André Arraes

Retomada de 100% da frota de ônibus das linhas municipais e intermunicipais em Magé
Retomada de 100% da frota de ônibus das linhas municipais e intermunicipais em Magé -

A prefeitura de Magé determinou ontem o retorno integral da frota dos ônibus das linhas municipais e intermunicipais. O protocolo de funcionamento prevê apenas passageiros usando máscaras, além dos coletivos só transportarem pessoas sentadas. O prazo máximo para as empresas rodoviárias normalizarem o serviço na cidade termina amanhã.

Segundo o secretário de Transportes Everson Moraes, as ações de orientação e fiscalização das regras sanitárias serão intensificadas em Magé. "As empresas continuam respeitando o decreto, só podem entrar passageiros que estiverem usando máscaras. Se não cumprirem os requisitos, as empresas continuarão sendo multadas", comentou Everson.

A fiscalização, segundo a prefeitura, é feita diariamente nos terminais rodoviários e na barreira sanitária do Parque Caçula. O valor da multa varia de R$ 150 a R$ 5 mil.

Ainda de acordo com Moraes, as empresas de ônibus foram notificadas sobre o retorno e informaram que estão providenciando o regresso de seus empregados. "Enviamos um ofício para todas as empresas na terça-feira (23) para que retornassem de imediato com toda a frota, de modo a atender a população. Fui informado pelos empresários que eles necessitam de sete a oito dias para comunicar todos os empregados para retomarem o serviço". explicou.

A medida segue o processo de flexibilização do comércio e dos serviços, que desde a semana passada inseriu o comércio em geral — varejistas e atacadistas, centros comerciais e auto-escolas—, desde que instalados em terrenos com até 350 metros quadrados por estabelecimento, entre as atividades liberadas para funcionamento.

UNIDADES MÓVEIS AVANÇADAS

Durante o período da pandemia, Magé recebeu do Estado do Rio duas ambulâncias básicas com sistema de ar quente para desinfecção. A Secretaria Municipal de Saúde transformou os veículos em unidades móveis avançadas, equipadas com um inversor de carga, que possibilita o uso de respirador mecânico, monitor cardíaco e bomba de infusão, para realizar o transporte de pacientes moderados a graves.

As ambulâncias estão à disposição do Centro de Tratamento para a Covid-19, em Santo Aleixo e no Complexo de Saúde de Piabetá.

O diretor do Centro de Tratamento para a Covid-19, Junior Reis, ressalta a importância das unidades móveis avançadas. "Devido ao coronavírus, nós sentimos a necessidade de adaptar as ambulâncias para realizar as transferências, e os exames que são feitos em outras unidades. As ambulâncias adaptadas são importantes porque os pacientes com a Covid-19 descompensam muito rápido, então essas adaptações nos ajudaram muito", explicou.

Comentários