Na luta contra a violência doméstica

Prefeituras da região começam a aderir a campanha Sinal Vermelho

Por O Dia

Em Nilópolis, cerca de 30 farmácias já estão participando
Em Nilópolis, cerca de 30 farmácias já estão participando -

A violência doméstica é uma realidade na Baixada. Por isso, as prefeituras de Nilópolis e São João de Meriti aderiram a campanha nacional 'Sinal Vermelho', uma ajuda às vítimas e incentivo para denunciar os agressores.

A iniciativa do Governo Federal consiste na mulher vítima de abusos desenhar um "X" na mão e mostrar a um atendente ou profissional de farmácia, que vai acionar as autoridades competentes. 

Cerca de 30 farmácias de Nilópolis já aderiram a campanha. O monitoramento é feito pela Casa Da Mulher Nilopolitana. "Nossas visitas ocorrem semanalmente. Procuramos explicar a importância da campanha e orientar os funcionários como agir no caso de alguma denúncia chegar até eles", ressaltou a subsecretaria de Cidadania e Direitos Humanos, Nilcéa Clara Cardoso.

São João de Meriti também iniciou o cadastro de farmácias e treinamento dos funcionários em cerca de 15 estabelecimentos. 

Ainda em processo

Em Mesquita, está sendo realizado um levantamento dos estabelecimentos para viabilizar a iniciativa. 

A Prefeitura de Nova Iguaçu informou que tem percorrido as drogarias para divulgar o trabalho. Queimados e Guapimirim iniciarão o trabalho ainda neste mês.

Já Belford Roxo, está na fase de capacitação para fazer a implementação. 

Galeria de Fotos

Em Nilópolis, cerca de 30 farmácias já estão participando Divulgação
Na campanha, a mulher que entrar em um estabelecimento apresentando um "X" na palma da mão (ou em um pedaço de papel), está sinalizando que precisa de ajuda. Divulgação
Campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica Divulgação

Comentários