O objetivo do plano é contemplar serviços, programas e projetos que serão executados entre os anos de 2022 e 2025. Divulgação

O prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, recebeu, na tarde desta terça-feira (28), das mãos do secretário de Assistência Social, Edinaldo Basílio, o Plano Municipal de Assistência Social para o período de 2022 a 2025. O documento foi aprovado por unanimidade no último dia 16, pelo Conselho Municipal de Assistência Social, e publicado em Diário Oficial no dia 17 de dezembro.
“Determinei que a Assistência Social elaborasse esse plano, para que possamos ampliar ainda mais a cobertura da secretaria no município, além da qualificação dos trabalhadores da Assistência. Ao atender a essa determinação, o secretário desenvolveu uma equipe técnica que viabilizou esse planejamento para os próximos quatro anos”, disse o prefeito Capitão Nelson.
O projeto foi elaborado pelo grupo de trabalho da Secretaria de Assistência Social, com a colaboração de subsecretarias e conselhos municipais vinculados à pasta, com a ideia de ser referência na defesa e garantia de direitos e na prestação de serviços, programas, projetos e benefícios às famílias do município, orientados pela Política Nacional de Assistência Social (PNAS), Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) e pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS).
“O objetivo do plano é contemplar serviços, programas e projetos que serão executados entre os anos de 2022 e 2025. É um instrumento importante que vai dar norte para todas as ações, recursos, atendimentos e novos equipamentos da Política de Assistência Social. São metas palpáveis, estabelecidas com responsabilidade e possíveis para o município”, disse o secretário de Assistência Social, Edinaldo Basílio.
"O plano possui objetivos específicos, entre eles realização de diagnósticos das situações de vulnerabilidades, necessidades e riscos a que estão submetidos os gonçalenses; a criação do Núcleo Municipal de Educação Permanente de Trabalhadores do SUAS, garantindo qualificação continuada aos profissionais da Política de Assistência Social; o fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente no município de São Gonçalo; a ampliação e reestruturação dos Conselhos Tutelares, assim como o acompanhamento da implantação do Sistema de Informação para Infância e Adolescência (SIPIA), visando construir a base de informações sobre a violência e as violações de direitos das crianças e adolescentes; entre outras questões", informou o Executivo no texto.
Estiveram na reunião com o prefeito o secretário de Assistência Social, Edinaldo Basílio, as assistentes sociais Mariana Calegário e Juliana Casal, além do pedagogo Jacy Marques Passos.
Você pode gostar
Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor.