Volta Redonda já distribuiu mais de 25 mil máscaras à população

Entregas continuam na cidade

Por O Dia

Máscara distribuída em Volta Redonda é lavável e pode ser reaproveitada
Máscara distribuída em Volta Redonda é lavável e pode ser reaproveitada -
Volta Redonda - As máscaras de proteção, novo item obrigatório para a população de Volta Redonda e que contribui para diminuir a transmissão do novo coronavírus, são distribuídas gratuitamente pela prefeitura em vários pontos da cidade.
A peça, agora indispensável na vida das pessoas, tem o objetivo combater o vírus e estudos mostram que a contaminação diminui drasticamente quando todos estão utilizando máscaras. Das 45 mil peças que foram doadas pela CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), 25 mil já foram entregues.

“A máscara é um aliado no combate do novo coronavírus e seu uso na cidade é obrigatório. Além da distribuição, as equipes estão informando sobre a higienização do item e principalmente alertando sobre os cuidados para evitar que o vírus se espalhe”, informou o prefeito Samuca Silva.

Nesta sexta-feira, dia 24, as máscaras foram distribuídas nos bairros: Vila Santa Cecília, 249, Aterrado, São Luiz, Santa Cruz, Santo Agostinho, Retiro, Vila Mury, Siderlândia e Amaral Peixoto. As equipes formadas por técnicas de enfermagem também abordaram a importância da higienização e sobre a possibilidade de serem pacientes assintomáticos.

As unidades são feitas de tecido em 100% algodão, em cor branca e reutilizáveis. Elas podem ser lavadas em solução com água e sabão. Cada embalagem, que é entregue lacrada, vem com uma máscara. Para usar corretamente, deve-se higienizar as mãos antes de colocar a máscara. O certo é segurar o item pelos elásticos laterais na hora de colocar ou tirar sobre o rosto. Se ficar úmida, deve ser trocada por outra limpa.
“As equipes seguem distribuindo as máscaras, privilegiando locais onde há o maior fluxo de pessoas”, contou Joselito Magalhães, secretário de Projetos Especiais e Captação de Recursos e responsável pela logística da distribuição das máscaras.

Para Marlene Dias, moradora do bairro Retiro, além da doação, é importante também conscientizar a população sobre a importância do uso do acessório.

“Eu e o meu marido recebemos as máscaras doadas e elas são de ótima qualidade. Fiz algumas para meus netos e não estava tão preocupada comigo, mas a enfermeira que me deu a máscara me alertou sobre os pacientes que não tem sintomas, mas que estão com o vírus e podem transmitir para mais pessoas. Fiquei assustada e logo coloquei. Achei importante a prefeitura fazer essa distribuição, pois muitas pessoas não sabem fazer e nem têm dinheiro para comprar”, elogiou.

Comentários