Cerca de 26 mil alunos iniciam aulas online na rede municipal de Volta Redonda

Plataforma de ensino digital mantém em vigor calendário letivo de 2020

Por O Dia

Prefeitura de Volta Redonda registrou mais de 26 mil alunos das escolas municipais inscritos no sistema de ensino digital Educa VR
Prefeitura de Volta Redonda registrou mais de 26 mil alunos das escolas municipais inscritos no sistema de ensino digital Educa VR -
Volta Redonda - Mais de 26 mil alunos das escolas municipais de Volta Redonda estão inscritos no sistema de ensino digital Educa VR, criado para dar continuidade ao ano letivo de 2020, enquanto as atividades presenciais estão suspensas como medida de prevenção à covid-19. De acordo com as informações da prefeitura, os alunos já estão acompanhando as aulas de forma online, acessadas através de notebook, smartphone, computador, smartTV ou tablet.

O estudante que ainda não se cadastrou deve acessar o conectedu.tv. Equipes técnicas do (Departamento Pedagógico) estão disponíveis online para auxiliar alunos e responsáveis. Além de todo o conteúdo pedagógico, a Educa VR permite interação entre alunos e professores para esclarecimento de dúvidas. Para Marilia Souza, mãe da Eduarda, aluna da Escola Municipal Professora Antonietta Motta Bastos, a Educa VR é uma ótima alternativa.

“Achei bem simples e fácil de acessar o aplicativo, isso ajuda muito os pais que não têm tanta habilidade com a tecnologia. Comparei o que minha filha está estudando com outras plataformas de colégios particulares e o conteúdo é muito parecido. Nada de diferente, fiquei muito satisfeita. Isso mostra que a educação pública de Volta Redonda não perde em nada para a particular”, falou.

A secretaria de Educação, Rita Andrade, destacou a qualidade da plataforma e os treinamentos de adaptação dos professores para utilizar todas as funcionalidades do aplicativo.

“O sistema conecta professores, alunos e instituições. Os estudantes têm possibilidade de participar de aulas ao vivo e ainda poderão fazer questionamentos aos professores. A plataforma é fácil de ser utilizada. O recurso tecnológico é um grande aliado neste período de isolamento social”, declarou.

O prefeito Samuca Silva destacou que os alunos sem acesso a internet poderão retirar, a partir da próxima semana em data a ser agendada pelas escolas, a retirada de todo o material didático e aulas de forma impressa nas unidades.

“Nossa expectativa é garantir que o ensino chegue aos cerca de 40 mil alunos das escolas municipais. Para quem não tem acesso a internet, teremos um mutirão na próxima semana para que o conteúdo das aulas seja retirado nas unidades escolares. O Educa VR já conta com mais de nove mil planos de aulas disponíveis e mais de 10 mil aulas realizadas só nesta semana. Essa é uma solução funcional para a Educação enfrentar a pandemia do novo coronavírus e com investimento mensal de sete reais por aluno”, explicou o prefeito.

Comentários