Nesta fase são atendidos idosos acima de 70 anos e portadores de deficiência - Gabriel Borges
Nesta fase são atendidos idosos acima de 70 anos e portadores de deficiênciaGabriel Borges
Por O Dia
Volta Redonda - Durante toda esta semana, a vacinação contra a gripe Influenza (H1N1) em domicílio será intensificada, em Volta Redonda. Desta vez, segundo as informações da Secretaria Municipal de Saúde, o público alvo é composto pelos idosos acima de 70 anos e portadores de deficiência.
Ao todo serão ofertadas quatro mil doses da vacina conta a gripe, que é mais uma ação de combate ao coronavírus na cidade. A vacina, apesar de não imunizar contra o novo vírus, aumenta a imunidade da população e reduz a circulação do vírus influenza, ajudando na diferenciação entre a gripe e a Covid-19.

O secretário de saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, explicou que o município está ampliando gradativamente o público que recebe a vacina em casa.

“Começamos a vacinar em domicílio os idosos acima de 80 anos. Agora estamos vacinando os com 70 anos e depois vamos aplicar as doses da vacina nos idosos de 60 anos. A nossa estratégia é que eles não precisem sair de casa nem para vacinar”, disse Alfredo.

De acordo com o prefeito Samuca Silva a vacinação em domicílio visa imunizar prioritariamente as pessoas que fazem parte do público de maior risco.

“Mais uma vez estamos beneficiando essa parcela do público alvo, por se tratar dos mais suscetíveis a contrair a doença e ter complicações. Queremos que eles fiquem em casa e que saibam que estamos trabalhando para garantir a saúde deles”, disse o prefeito.

No período entre os dias 24 de março até 29 de abril, segundo relatório da Secretaria de saúde, já foram vacinados em domicílio 16.888 pessoas. A estratégia da administração municipal é de imunizar o grupo de risco no menor espaço de tempo possível.

Para agendar a vacinação domiciliar contra H1N1, basta ligar para o telefone (24) 3339-9628. A prioridade é para idosos acamados ou deficientes, com a mobilidade reduzida.