Força-tarefa em Volta Redonda atendeu denúncias em mais de 20 bairros - Divulgação
Força-tarefa em Volta Redonda atendeu denúncias em mais de 20 bairrosDivulgação
Por O Dia
Volta Redonda - Durante este final de semana, a Prefeitura de Volta Redonda intensificou as fiscalizações e ações de orientação das atividades econômicas e sociais no município. A força-tarefa atendeu cerca de 50 denúncias em mais de 20 bairros da cidade. As equipes atuaram nas ruas de dia e também com plantões noturnos para garantir o cumprimento das medidas restritivas estabelecidas pelos decretos municipais de enfrentamento ao novo coronavírus.

O prefeito Samuca Silva comentou a importância da população se conscientizar e entender as razões que levaram ao fechamento do comércio novamente.

“Nós conseguimos na justiça o direito a flexibilização através de metas que acompanham o avanço do vírus e a capacidade de atendimento. Precisamos nos unir contra essa pandemia. Só saia de casa em caso de necessidade. E o grupo de risco deve permanecer em casa”, afirmou o prefeito.

Neste fim de semana, a força-tarefa passou pelos bairros Centro, Jardim Amália, Jardim Tiradentes, São João, Siderópolis, Casa de Pedra, São Geraldo, Aterrado, Retiro, Vila Santa Cecília, Vila Americana, Ponte Alta, Jardim Vila Rica, Sessenta, São Luiz, Vila Mury, São Lucas, Santo Agostinho, entre outros.

O descumprimento dos decretos, das normas sanitárias ou de funcionamento, pode acarretar em aplicação de penalidades previstas em lei, como multa, interdição do estabelecimento, cassação de alvará, fechamento do estabelecimento, embargo, apreensão de bens, entre outras sanções.

Foi o caso de estabelecimentos nos bairros Jardim Belvedere, Vila Americana, São Luiz e Aterrado que foram autuados ou receberam autos de infração. No Aterrado um estabelecimento foi autuado e teve alvará apreendido, de acordo com as informações da prefeitura.
Ações de fiscalização foram intensificadas neste final de semana em Volta Redonda - Divulgação
Publicidade
O comércio na cidade permanece fechado até a próxima quarta-feira, dia 27, e apenas alguns segmentos estão autorizados a funcionar neste período. São eles: supermercados, hortifruti, drogarias, óticas, material de construção, clínicas e consultórios, laboratórios, agropecuária (venda de ração e comida de animais) e padarias. Bares, restaurantes e lanchonetes, somente delivery ou drive thru e os demais comércio podem funcionar apenas no modo delivery.

A população pode ajudar no trabalho dos fiscais. Para denunciar, bastar ligar para o telefone 156, ou usar o aplicativo FiscalizaVR, que tem versões disponíveis para Android e IOS.