Fiscalização é intensificada no retorno das atividades econômicas em Volta Redonda

Fiscais percorrem diversos pontos comerciais da cidade para verificar o cumprimento das normas de combate ao coronavírus

Por O Dia

Volta Redonda intensifica fiscalização na retomada das atividades econômicas
Volta Redonda intensifica fiscalização na retomada das atividades econômicas -
Volta Redonda - O município de Volta Redonda retornou nesta quinta-feira, dia 28, com as atividades econômicas e, para esta retomada, a Prefeitura intensificou as fiscalizações em diversos pontos comerciais da cidade. O objetivo de intensificar o trabalho das equipes da força-tarefa é justamente para verificar o cumprimento dos horários estipulados de abertura e fechamento dos estabelecimentos e as medidas de distanciamento que devem ser acontecer dentro das lojas, para evitar aglomerações.

As ações de flexibilização foram decididas, conforme um acordo entre Prefeito Samuca Silva e Ministério Público. Existem seis eixos de monitoramento que possibilitam a reabertura das atividades econômicas e segundo o prefeito, as fiscalizações serão intensas.

“A nossa força-tarefa realiza diariamente ações de fiscalização às atividades econômicas de Volta Redonda. E, com a reabertura, vamos ter tolerância zero com os descumprimento das medidas de prevenção e combate ao coronavírus. Na última semana, tivemos que suspender por sete dias as atividades, após o número de casos suspeitos crescer mais que 5% por dois dias seguidos. E a fiscalização é essencial para que os eixos de monitoramento sejam mantidos”, destacou o prefeito.
Volta Redonda retornou com as atividades econômicas e Prefeitura intensificou as fiscalizações em pontos comerciais da cidade - Divulgação
A força tarefa é composta pelas Secretarias de Fazenda (SMF), Meio Ambiente (SMMA) e Infraestrutura (SMI), além da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Secretaria Especial de Segurança Pública, Polícias Militar e Civil e Ministério Público.

Os seis eixos de monitoramento condicionantes para a reabertura do comércio são: o número de casos suspeitos não aumentar em 5% por dois dias seguidos; a ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50%; a ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60%; além de manter o grupo de risco em isolamento social; uso de máscara é obrigatório nas ruas; e a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

“Conseguimos na Justiça o direito de ter o retorno das atividades com regras claras de monitoramento do avanço do vírus e da capacidade de atendimento em Volta Redonda. Todos nós precisamos fazer nossa parte no combate ao coronavírus. Peço que o grupo de risco fique em casa e que as pessoas só saiam em caso de necessidade. Estamos cuidando de vocês e a reabertura das atividades está sendo feita com muita cautela, estratégia e prevenção”, disse Samuca Silva.

Galeria de Fotos

Volta Redonda intensifica fiscalização na retomada das atividades econômicas Divulgação
Volta Redonda retornou com as atividades econômicas e Prefeitura intensificou as fiscalizações em pontos comerciais da cidade Divulgação

Comentários