CSN anuncia paralisação do alto-forno 2 em Volta Redonda

O alto-forno 3 continuará com sua produção, que corresponde a 75% da capacidade total da CSN

Por O Dia

Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) confirmou nesta sexta-feira, dia 29, que vai realizar a paralisação do alto-forno 2
Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) confirmou nesta sexta-feira, dia 29, que vai realizar a paralisação do alto-forno 2 -
Volta Redonda - A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) confirmou nesta sexta-feira, dia 29, que vai realizar a paralisação do alto-forno 2, em Volta Redonda. Há cerca de duas semanas, o presidente-executivo da companhia, Benjamin Steinbruch, já havia sinalizado esta possibilidade devido a diminuição da venda de aço no país, por conta da pandemia da covid-19.
A empresa não divulgou qual será o tempo de paralisação, mas executivos da CSN, há cerca de 15 dias citaram que a empresa tinha aço suficiente para uma parada até o fim deste ano de 2020.
Com esta suspensão, apenas o alto-forno 3 continua com sua produção, que corresponde a 75% da capacidade total da CSN. O AF-3 produz 3,35 milhões de toneladas, já o alto-forno 2 que ficará parado tem capacidade de 1,5 milhão de toneladas de ferro gusa anualmente.
Até o momento, a Companhia Siderúrgica Nacional não comentou sobre quantos trabalhadores serão afetados pela paralisação do alto-forno 2, mas cerca de 2 mil profissionais atuam na área.

Comentários