Volta Redonda tem 43 mortes registradas por conta da covid-19

Município tem 950 casos confirmados da covid-19

Por O Dia

Imagem computadorizada do coronavírus -
Imagem computadorizada do coronavírus - -
Volta Redonda - Nesta segunda-feira, dia 08, o Prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, através de uma transmissão ao vivo nas redes sociais, atualizou os dados sobre o novo coronavírus na cidade. O número de mortes mais uma vez subiu e agora o município tem 43 óbitos registrados por conta da covid-19. A vítima foi um idoso de 83 anos de idade.

Atualmente na cidade são 950 casos confirmados, sendo que 3.428 foram notificados como suspeitos. No município existem 907 pessoas que podem ser consideradas curadas.

A nova Secretária de Saúde, Flávia Lipke, também participou da transmissão e falou sobre a próxima etapa de vacinação contra a gripe (H1N1) que irá acontecer na Ilha São João em sistema drive thru, no dia 16, das 8h às 17h. A vacinação deste dia será destinada aos professores da rede pública e privada e também adultos de 55 a 59 anos de idade.
Atualização dos dados do coronavírus em Volta Redonda - Divulgação
Os seis eixos de monitoramento condicionantes para a reabertura das atividades econômicas seguem dentro da meta: o número de casos suspeitos não pode aumentar mais que 5% por dois dias seguidos (0,58% nesta segunda); A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50%, hoje está 26%. A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60% e hoje está em 5,2%.

O grupo de risco permanecer em isolamento social; uso de máscara obrigatório nas ruas; além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.
Samuca Silva ainda destacou a importância da parceria com a população no combate ao novo coronavírus.
“Estamos conseguindo controlar o vírus na cidade, mas com muito esforço, dedicação e medidas que visam o combate ao coronavírus. Precisamos de todos juntos. A força-tarefa, em parceria com as polícias e MP, está atuando para que as medidas sejam cumpridas. Continuamos pedindo para que a população só saia às ruas em caso de necessidade e que, se sair, use máscara e realize a higienização das mãos”, disse o prefeito.

Durante a live, o prefeito ainda falou que está em diálogo, através de transparência, com o Ministério Público Estadual para avaliar novas medidas de flexibilização, mas com rigor nas medidas de proteção.

“De antemão já digo que, por agora, não é possível que possamos voltar com as aulas nas redes pública e particular. Somos contra essa abertura nesse momento. Estamos em diálogo com o MP, Justiça e órgãos técnicos de saúde para avaliar o avanço do vírus e novas medidas”, comentou o prefeito.

Galeria de Fotos

Imagem computadorizada do coronavírus - Reprodução/ Internet
Atualização dos dados do coronavírus em Volta Redonda Divulgação

Comentários