Antigo Hospital Santa Margarida passa por transformação 

No primeiro andar do Centro Municipal de Saúde, além do ambulatório de análises clínicas para atender especialidades, ficará o Centro de Imagem

Por O Dia

Adquirido em leilão em 2017, unidade recebeu diversas melhorias
Adquirido em leilão em 2017, unidade recebeu diversas melhorias -
Desde que arrematou o antigo Hospital Santa Margarida através de leilão, em 2017, a Prefeitura de Volta Redonda vem realizando adequações no prédio para transformar o local no Centro Municipal de Saúde. O prédio, adquirido por R$ 6,5 milhões, embora tivesse estrutura física pronta e contasse com diversos equipamentos, recebeu investimento de R$ 900 mil para os ajustes da rede elétrica e hidráulica, compra da subestação de energia e da nova rede de gases medicinais, além da recuperação da fachada.

No primeiro andar do Centro Municipal de Saúde, além do ambulatório de análises clínicas para atender especialidades, ficará o Centro de Imagem, onde serão instalados um aparelho para exames de ressonância magnética, um mamógrafo, raio-X e um aparelho de ultrassom. Já no segundo pavimento funcionará a Policlínica da Mulher, que contará com um serviço de pré-natal de alto risco. O local tem 21 salas e capacidade para atender cerca de dois mil pacientes por mês.

MEDIDAS PARA ECONOMIZAR

No terceiro andar, já está funcionando a Secretaria Municipal de Saúde, medida que vai ajudar a reduzir gastos com os alugueis. Por fim, no quarto andar, estão 44 novos leitos clínicos de retaguarda e uma sala vermelha, que servirão de apoio para as Redes de Urgência e Emergência (Cais Conforto e Aterrado, Upa Santo Agostinho, Sala de Estabilização do Santa Cruz e dos Hospitais São João Batista e Retiro).

Comentários