Pastor suspeito de estelionato preso em mansão com esmeralda de R$ 8 milhões

Pastor Oseias foi preso em condomínio de alto padrão na Barra da Tijuca em operação conjunta da Desarme e da Delegacia de Defraudações

Por O Dia

Rio - Acusado de ser um estelionatário que se passava por pastor evangélico para aplicar golpes em todo o país, Oséias Oliveira de Abreu, 43 anos foi preso ontem pela Polícia Civil. Na casa do acusado, em um condomínio da Barra, foi apreendida uma esmeralda bruta que será encaminhada à perícia. Oséias era investigado desde de 2012 e tinha mandado de prisão preventiva por estelionato e falsificação de documento particular.

O pastor Oseias de Oliveira de Abreu teve prisão preventiva decretada por estelionato e falsificação de documento particularDivulgação Polícia Civil

O condomínio tem mansões avaliadas em R$ 15 milhões e é endereço de artistas e craques do futebol. Na casa onde morava, foi apreendida uma nota fiscal de avaliação de uma carga de esmeraldas, emitida em 2012 por uma empresa de Pouso Alto (MG), em nome de uma corporação de Blumenau (SC). O documento avalia 80 kg da pedra preciosa em R$ 8 milhões. A polícia vai investigar se a nota fiscal é verdadeira.

A esmeralda apreendida com o pastor Oseias é avaliada em R%24 8 milhõesDivulgação Polícia Civil

Segundo o delegado Fabrício Oliveira, da Desarme, Oséias tem mais de 40 registros por estelionato em sua ficha. E figura como sócio em mais de dez empresas registradas em endereços que não existem. Através das firmas e com documentos falsos, ele conseguia empréstimos que não eram pagos. A polícia investiga outros golpes, inclusive contra igrejas evangélicas.

Casa em condomínio de luxo na Barra da Tijuca onde foi preso o pastor OseiasDivulgação Polícia Civil


Últimas de Rio De Janeiro