Mais Lidas

Argo: Missão de substituir Palio e Punto

Novo hach compacto premium da Fiat ainda vai encarar difícil tarefa de concorrer com HB20 e Onix

Por leandro.eiro

Rio - A Fiat lança, no Brasil, seu novo hatch compacto premium, o Argo. Ele terá a dura tarefa de substituir o Palio e o Punto, além de concorrer com adversários de peso, como o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20. Com motores 1.0, 1.3 e 1.8, tem preço inicial a partir de R$ 46.800.

Na versão mais sofisticada da novidade%2C sigla HGT está de voltaDivulgação

De entrada, a versão Drive tem motor 1.0 Firefly, com três cilindros em linha, 72 cv de potência na gasolina e 77 no etanol, torque de 10,9 kgfm. Câmbio manual de cinco marchas combinado à direção elétrica assistida, freio a disco nas rodas dianteiras e tambor nas traseiras. A versão Drive 1.3 Firefly só muda o motor, que agora é de quatro cilindros em linha, 101 e 109 cv na gasolina e no etanol, respectivamente. O torque máximo é de 14,2 kgfm. A versão 1.3 GSR (antigo dualogic) só adiciona o câmbio automatizado, também de cinco marchas.

Há, também, as versões HGT, todas equipadas com o motor 1.8 de 16v E.Torq, de quatro cilindros que entrega 135 cavalos na gasolina e 139 no etanol. O torque máximo é de 19,3 kgfm e o câmbio manual. Para os que desejam a comodidade, a escolha certa é o HGT AT6 com câmbio automático convencional de seis velocidades. As versões Precision e a Opening Edition Mopar só trazem mudanças estéticas e de equipamentos.

O design do modelo lembra muito os carros europeus. Os faróis mais estreitos se parecem com os do Mobi e se estendem até o para-lamas. Já as lanternas traseiras se assemelham as presentes nos Alfa Romeo Stelvio e Giulietta. O que chama atenção no interior, além do acabamento, é a central multimídia de sete polegadas sensível ao toque, equipada com sistema que permite o espelhamento do smartphone.

Em parte%2C Argo se inspira em modelos Alfa Romeo. As lanternas traseiras%2C por exemplo%2C tem um ‘quê’ do SUV Stelvio e do hatch Giulietta Divulgação

No quesito tamanho, de extensão, largura e altura são 4 m, 1,7 m e 1,5 m, respectivamente. A distância entre-eixos é de 2,5 m e ele fica a pelo menos 15 centímetros do chão. O porta-malas tem 300 litros de capacidade máxima e o tanque de combustível suporta 48 litros.

O consumo de combustível vai de 14,2 km/l (gasolina/cidade) e 15,1 km/l (gasolina/estrada) na versão 1.0. Com o motor 1.8, faz 9,9 km/l (gasolina/cidade) e 12,8 km/l (gasolina/estrada).

Drive 1.0

O Argo drive tem entre os itens de série a direção elétrica, ar-condicionado, quadro de instrumentos com display digital de 3,5 polegadas, banco do motorista com ajuste de altura, cintos de segurança retráteis de três pontos para todos os ocupantes, sistema Start&Stop, fixação Isofix, vidros e travas elétricas. Para esta versão os opcionais são: kit multimídia com tela de sete polegadas, volante multifuncional e 2ª porta USB, kit parking com câmera traseira e sensor de estacionamento, kit convenience com retrovisores externos elétricos, luzes integradas, rebatimento e vidro elétrico traseiro e rádio connect com Bluetooth e comandos no volante.

Central multimídia no interior espelha smartphones e é comandada por toques na tela Divulgação

Drive 1.3

Todos os ítens de série da versão drive, com a adição do kit multimídia. O único opcional que o diferencia da versão 1.0 é o kit stile com faróis de neblina e rodas de liga leve aro 15.

Drive 1.3 GSR

A versão GSR tem controles de tração, estabilidade e sistema Hill-Holder. A função evita que o carro se mova em breves paradas com inclinação. Também há o controle de velocidade de cruzeiro, apoio de braço para o motorista, vidro elétrico traseiro e retrovisores externos elétricos com função tilt down — rebaixa o retrovisor direito quando o motorista engata a ré — e repetidores.

Precision 1.8

Todos os itens da versão GSR mais alarme antifurto, faróis com luz de posição a LED, faróis de neblina, rodas de liga leve com aro 15 e banco traseiro bipartido. Seus opcionais são: kit tech com ar-condicionado digital, quadro de instrumentos com tela de sete polegadas, sensores de chuva e luz, retrovisor antiofuscante e chave com sensor de presença, airbags laterais e kit stile com bancos revestidos em couro e rodas de liga leve aro 16.

Motor 1.8 é o E-TorQ%2C velho conhecidoDivulgação

Precision 1.8 AT6

Além de tudo que está presente nas versão manual, o Precision automático tem o câmbio automático de seis marchas, com possibilidade de trocas por paddle shifts junto ao volante.

HGT 1.8

Ideal para quem gosta de esportividade, o HGT traz mudanças no visual e há quadro de instrumentos de sete polegadas. Na dianteira, há apliques em vermelho no para-choque e no painel. Nesta versão, foram adicionados spoilers no para-choque, moldura preta na parte inferior da lateral e nas caixas de roda. Um detalhe interessante é a ponteira de escapamento cromado. Fora os opcionais presentes no Precision, o HGT possibilita a adição do kit stile com bancos em couro e rodas de liga leve aro 17.

HGT 1.8 AT6

Ele apenas se difere do manual pelo câmbio automático de seis marchas.A Opening Mopar será uma versão de lançamento limitada a mil unidades que tem acessórios Mopar adicionados a todo o pacote da versão mais cara, o HGT 1.8 automático. Modelo estará disponível apenas na cor azul, com retrovisores pretos, aerofólio na traseira e rodas de liga leve 16 escurecidas.

Reportagem do estagiário Lucas Cardoso sob supervisão de Herculano Filho

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia