Prefeitura intensifica ações de combate ao aedes aegypti

Último índice de infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika atingiu nível de alto risco e casou preocupação

Por O Dia

Em Resende, homem morre por conta de febre amarela
Em Resende, homem morre por conta de febre amarela -
Campos — Na última medição regular do índice de infestação do aedes aegypti, conhecida como Liraa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti), a prefeitura detectou o preocupante número de 4,4%, considerado de alto risco. A partir desta sexta-feira começa um ciclo de mutirões de combate aos focos do mosquito, principalmente em áreas de risco, como Travessão, distrito que concentra o maior número de casos de chikungunya do município.
Esta semana, as rondas cobrirão a região dos KM 13, KM 15 e do Jardim Aeroporto, além de Travessão. A expectativa é de visitar mais de 12 mil imóveis.
 
Calendário das ações de combate ao aedes aegypti em Campos - Divulgação prefeitura
“A maior parte dos criadouros do mosquito estão em residências, em vasos de plantas, em ralos pouco usados, lajes e calhas”, alertou Marcelo Sales, diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). “É muito importante que a população colabore, não apenas recebendo os agentes em suas casas, mas fazendo a vistoria de seus quintais”.
Com o período de chuvas dos últimos meses, o risco de aumento de infestação e, consequentemente de casos de doenças transmitidas pelo aedes aegypti era sabido. O que se refletiu no aumento do número de diagnósticos de chikungunya e do Liraa.
As ações de busca e destruição dos possíveis focos acontecerão todas as sextas, priorizando as áreas onde o Liraa e os casos confirmados são mais elevados.
Além disso, a secretaria de Educação trabalha com a CCZ para colocar em curso a campanha “Campos contra o aedes aegypti”, a ser realizada nas escolas da rede municipal, para conscientizar alunos, pais, professores, e funcionários.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Em Resende, homem morre por conta de febre amarela Comunicação/Instituto Oswaldo Cruz
Calendário das ações de combate ao aedes aegypti em Campos Divulgação prefeitura

Comentários