Prefeito eleito de Campos dos Goytacazes pediu transparência no processo. - Foto: César Ferreira
Prefeito eleito de Campos dos Goytacazes pediu transparência no processo.Foto: César Ferreira
Por Bertha Muniz

CAMPOS- Diante da recusa do atual prefeito Rafael Diniz (Cidadania) em iniciar a transição administrativa, o prefeito eleito de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Wladimir Garotinho (PSD) entrou com ação judicial, com pedido de liminar, para que tão logo comece o processo, com exibição de documentos e balancetes da administração.

Diniz alega estar aguardando o julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em face da ação de inelegibilidade contra Frederico Paes, vice de Wladimir, marcado para acontecer nesta quinta-feira (10). No processo que será, apreciado pela 4ª Vara Cível, Wladimir alerta que se aproxima a data da posse, em 1º de janeiro, e que a falta de informações poderá provocar interrupção de serviços essenciais.

“Sem acesso às informações, as atividades essenciais desenvolvidas pelo Município podem sofrer interrupções, causando verdadeiro caos social, uma vez que o município é responsável pela totalidade das ações de saúde, educação, assistência social, limpeza e urbanismo, e pagamento de salários dos servidores que podem ser prejudicados”, destaca um trecho da ação.

Wladimir cita a nota técnica do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) expedida para todos os municípios sob sua jurisdição, em que a Corte de Contas disciplina o processo de transição administrativa nos municípios. No documento, o TCE destaca que “a transparência e informação são elementos fundamentais de governança”.